Prefeitura de São Paulo suspende bloqueio de vias após críticas

Yahoo Notícias
23 de Maio, umas das principais avenidas de SP (Foto: Getty Images)
23 de Maio, umas das principais avenidas de SP (Foto: Getty Images)

Durou pouco o bloqueio de algumas vias importantes da cidade de São Paulo com o objetivo de reduzir o tráfego de veículos na capital paulista num momento em que as mortes pelo coronavírus aceleram.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A prefeitura da cidade suspendeu o bloqueio após ser bastante criticada pelos profissionais da saúde que ficaram presos nos engarrafamentos. Além disso, não houve a adesão esperada pelas autoridades.

Segundo o governo de São Paulo, o índice de isolamento social da capital paulista no primeiro dia de bloqueios, na segunda-feira, ficou em 48%, um ponto percentual acima do índice do estado.

Leia também

O episódio gerou abertura de inquérito por parte do Ministério Público estadual.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Após suspender o fechamento total de avenidas, a administração começará a fazer uma blitz educativa nesta quarta-feira.

Segundo a CET, a previsão é de bloqueios parciais, das 7h às 9h, com a permissão para veículos de passeio seguirem pela via, na Avenida Yervant Kissajikian, altura da Rua Pedro Rodrigues Beja, na zona sul; e Avenida Aricanduva com a Avenida dos Latinos, no sentido centro; na zona leste.

No momento, segundo a prefeitura, não há outras medidas convencer as pessoas a manterem o distanciamento social na capital paulista. Fiscais municipais devem, porém, intensificar ações aplicando multas em comerciantes que estão furando a quarentena e não se encaixam nos chamados “serviços essenciais”.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também