Santos volta a jogar mal e perde para o Athletico com lances polêmicos na ida das quartas da Copa do Brasil

·3 minuto de leitura


O Santos perdeu na noite desta quarta-feira para o Athletico Paranaense por 1 a 0, na Arena da Baixada, e largou atrás na disputa das quartas de final da Copa do Brasil. Com o resultado, o Peixe precisa agora vencer por dois gols de diferença no jogo da volta, marcado para o dia 14 de setembro, na Vila, para ficar com a vaga. Uma vitória alvinegra por um gol de diferença levará a disputa para os pênaltis. Já o Athletico joga pelo empate para se classificar.

O gol do Athletico foi anotado por Renato Kayser, no começo do primeiro tempo. O Peixe, que só equilibrou a partida na segunda etapa, teve um pênalti escandaloso não marcado pelo juiz do jogo, Marcelo de Lima Henrique, lance que também foi ignorado pelo árbitro de vídeo (VAR). Athletico também teve gol no final anulado por impedimento em lance duvidoso.

O Jogo

A partida começou e o Athletico partiu para cima do Santos. Com três minutos de jogo, Jader já carimbou a trave do Peixe com um belo chute de fora da área. Menos de cinco minutos depois, João Paulo já contabilizava duas grandes defesas.

A equipe de Fernando Diniz só foi aparecer no ataque próximo aos 15 minutos, quando Lucas Braga arrancou pela esquerda e tocou para Sánchez. Pelo lado direito, o meio-campista arriscou chute que passou por cima do gol do Furacão. Só que o respiro do Santos na partida durou pouco.

No minuto seguinte, Thiago Heleno bateu direto falta antes do meio-campo e João Paulo correu para espalmar a bola para fora. No escanteio cobrado por Nikão, Richard desviou na primeira trave e Renato Kayser só completou no segundo pau para as redes. Athletico 1 a 0.

Após o gol sofrido, o Peixe igualou mais o jogo e chegou por duas vezes com chutes de longa distância, mas foi só. Depois de duas tentativas, o Athletico, mesmo em ritmo desacelerado, seguiu melhor e só não terminou a primeira etapa com um placar mais elástico devido a novas boas intervenções de João Paulo.

O segundo tempo começou igual o primeiro, com o Athletico pressionando. O time paranaense rondava a área do Peixe, mas desta vez não conseguindo finalizar. O Peixe também se arriscou no ataque, mas sem exigir muito do goleiro Santos.

Com pouca agressividade das duas equipes, um outro lance que não um chute ou cabeçada poderia ter mudada a história da partida. O atacante Renato Kayser, na área do Athletico, abriu os braços para matar a bola e sair jogando. Pênalti claro, que o árbitro Marcelo de Lima Henrique mandou seguir e o VAR ignorou. Os jogadores do Peixe protestaram muito, mas nada podiam fazer além de lamentar o erro grotesco da equipe de arbitragem.

Após o lance, a partida seguiu morna até o final. O Athletico chegou até a marcar um gol em contra-ataque com Vinicius Mingotti, aos 38 minutos, mas o tento foi invalidado devido impedimento. Lance ajustado, muito difícil, que o VAR não soltou a imagem até o apito final da partida.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 1 X 0 SANTOS


Data e hora: 25 de agosto de 2021, às 19h00 (horário de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)

Cartões amarelos: Richard (ATH), Wagner Leonardo (SAN)
Gols: Renato Kayser (1 x 0), aos 16 minutos do primeiro tempo;

ATHLETICO-PR: Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Christian (Canesin), Richard (Erick), Terans (Vinicius Mingotti), Nikão e Jader (Léo Cittadini); Renato Kayser (Pedro Rocha). Técnico: António Oliveira

SANTOS: João Paulo; Madson, Luiz Felipe (Robson), Wagner Leonardo e Felipe Jonatan; Jean Mota (Raniel), Carlos Sánchez (Ângelo), Gabriel Pirani (Ivonei) e Marcos Guilherme; Lucas Braga e Marcos Leonardo. Técnico: Fernando Diniz

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos