Santos venceu a Chape com cinco desfalques (graças ao Sampaoli)

Gabriela Brino
LANCE!
Técnico força o elenco, desde o início de seu trabalho, a estar preparado para jogar (Ivan Storti/Santos)
Técnico força o elenco, desde o início de seu trabalho, a estar preparado para jogar (Ivan Storti/Santos)


O Santos venceu por 2 a 0 a Chapecoense neste domingo, na Vila Belmiro. Mesmo com cinco desfalques. E graças ao técnico Jorge Sampaoli.

Desde o início de seu trabalho o argentino força o elenco a estar preparado fisicamente e tecnicamente para ser opção. Ele tem o costume de não revelar o time titular aos jogadores para, assim, eles trabalharem como se pudessem serem escolhidos de última hora.

E a tática funcionou, já que sem Luan Peres, Pará, Jean Mota e Soteldo, o Santos venceu com tranquilidade a Chape. Gustavo Henrique e Marinho foram as opções e Tailson foi a principal aposta. Ao longo da partida o Menino da Vila não se mostrou inspirado e deu lugar à Derlis González.

O fato é que o elenco do Santos, mesmo sendo visto como frágil, alcançou o segundo lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, com 71 pontos. E sem o volante que Sampaoli previa para repor a saída de Jean Lucas ao Lyon.





A incógnita no Santos no momento é se Sampaoli continuará o trabalho para 2020. O argentino ainda não cravou sua permanência e pretende responder apenas após o final do Campeonato Brasileiro.

O presidente José Carlos Peres confia que o estrangeiro seguirá nos planos para a próxima temporada, porém, sabe que os cofres instáveis do Peixe é um empecilho. Além disso, Gustavo Henrique e Jorge devem deixar o clube.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também