Santos vence o Água Santa e está nas quartas da Copinha

O zagueiro Zabala comemora o gol da vitória do Santos sobre o Água Santa (Crédito: Divulgação/SantosFC)


Mesmo jogando quase todo o segundo tempo com um jogador a menos e com um pênalti claro não marcado pela arbitragem, o Santos venceu o Água Santa por 1 a 0 na tarde desta terça-feira (17), no Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes, em Diadema (SP), e garantiu a classificação para as quartas de final da Copinha. O gol da classificação santista foi marcado pelo zagueiro boliviano Zabala.

Agora, o Peixe aguarda o vencedor do confronto entre Ibrachina e Fortaleza para definição de adversários da próxima fase do mata-mata. O duelo pelas quartas de final está marcado para a quinta-feira (19), ainda sem horário e local definidos.

O jogo

Com apenas dois minutos jogados, o Peixe já chegou com perigo ao ataque em Diadema. Paulo César passou para Gabriel Miranda, que arruscou chute colocado da entrada da área. A bola passou muito perto da meta de Matheus Novaes, mais saiu pela direita.

Aos dez minutos, o Peixe teve falta para cobrar pela esquerda do ataque e Ivonei se posicionou para a cobrança. A batida colocada no ângulo esquerdo obrigou o goleiro adversário a se esticar, para jogar para escanteio.

E quatro minutos depois, foi após cobrança de escanteio pela esquerda que Zabala abriu o placar para o Santos FC. O zagueiro boliviano aproveitou cruzamento perfeito de Weslley Patati e testou com firmeza para o fundo das redes do canto direito, deslocando Matheus Novaes.

Aos 22, Ivonei cobrou escanteio pela direita e, mais uma vez, encontrou Zabala subindo mais que toda a marcação. A cabeçada em direção ao solo quicou no gramado e passa perto do gol adversário.

Vinte minutos depois, o Peixe teve grande chance dos pés de Cadu. Com o Peixe trocando passes no ataque, o camisa 4 subiu pela direita e viu a bola chegando limpa para ele finalizar. O chute rasteiro saiu cruzado, à esquerda da meta.

Já no segundo tempo, o Peixe seguiu pressionando no ataque desde os minutos iniciais. Com sete, Paulo César recebeu pela esquerda e acionou Weslley Patati na entrada da área. A batida colocada do camisa 23 subiu demais e saiu sobre o travessão.

Um minuto depois, Patati recebeu mais uma vez, agora pela direita do ataque. Na tentativa da finalização rasteira e com força, ele parou em defesa segura de Matheus, em seu canto esquerdo.

Com onze minutos jogados, Weslley Patati chegou fintando seus marcadores pela direita. Ao chegar na entrada da área, ele passou para Ivonei. O camisa 8 chegou batendo colocado, mas mandou por cima da meta.

Aos 14, mais uma vez Patati chegou fintando pela direita para acionar Ivonei na entrada da área. Dessa vez, ele passou para Hyan chegar chutando pela esquerda. O camisa 5 parou em boa defesa do goleiro e, no rebote, a defesa afastou o perigo.

E um minuto depois, Balão foi expulso pelo árbitro Lucas Canetto Bellote após levar o segundo cartão amarelo em disputa de jogo pelo alto.

Com 23 minutos, Kevyson recebeu a bola aberto pela esquerda do campo ofensivo e chegou para chutar com muita força. A bola desviou nas costas do marcador, e saiu sobre o travessão.

Dois minutos depois, Netinho recebeu pela direita e cruzou com precisão nos pés de Derick, que chegava na área. O zagueiro não pegou em cheio na bola e acabou mandando por cima da meta.

FICHA TÉCNICA

SANTOS FC 1 X 0 EC ÁGUA SANTA

Local: Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes, em Diadema (SP)
Data: terça-feira, 17 de janeiro de 2023
Horário: 15h
Árbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Leonardo Tadeu Pedro e Robson Ferreira Oliveira
Cartão Amarelo: (SFC) Weslley Patati, Balão e Thiago Balieiro; (AST) Villian e Breno / Cartão Vermelho: (SFC) Balão
Gols: (SFC) Zabala, aos 14′ do 1°T
Santos FC: Edu Araujo; Cadu (JP Chermont), Derick, Zabala e Kevyson (Diogo Correia); Hyan (André Klaus), Balão e Ivonei; Weslley Patati (Thiago Balieiro), Paulo César (Fernandinho) e Gabriel Miranda (Netinho). Técnico: Orlando Ribeiro
EC Água Santa: Matheus Novaes; Vinício (Jota), Breno, Carlos Gabriel e Alaba (Vitinho); Villian (Mandarino), Fabrício e Thiaguinho; David, Anthony (Vinícius Reis) e Korek. Técnico: Tutti