Santos vai à Justiça e cobra ex-presidente Modesto Roma por prejuízos ao clube

·1 minuto de leitura


O Santos foi à Justiça cobrar cerca de R$ 5 milhões do ex-presidente Modesto Roma por supostos prejuízos causados ao clube. A ação chegou à Justiça de São Paulo nos últimos dias e o juiz Joel Birollo Mandelli deu 15 dias para o ex-presidente apresentar alguma defesa. A informação é do UOL Esporte.

O clube alega que Modesto Roma atuou em vantagem própria ou de terceiros e que agiu com descuidado, principalmente, em relação a recolhimento de impostos. O Alvinegro estimula que esses prejuízos geram cerca do valor cobrado e solicitou o levantamento dos bens do ex-dirigente para garantir o reembolso de tudo que foi alegado.

Peixe ainda teria solicitado uma série de cópias de documentos à Receita Federal das declarações dos impostos de renda de Modesto Roma nos últimos anos.

Modesto Roma Jr foi presidente do Santos entre 2015 e 2017. Em novembro de 2019, o ex-presidente foi expulso do quadro de sócios do clube por, entre outras coisas, ter as contas de 2017 reprovadas no Conselho Deliberativo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos