Santos tentou manter Diego Pituca por empréstimo até o meio do ano

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Diego Pituca foi negociado pelo Santos com o Kashima Antlers e o jogador se despediu depois da final da Copa Libertadores, mas ainda nem chegou ao Japão. O volante está em sua cidade natal, Mogi Guaçu, aguardando a liberação para ir ao país asiático. O agravamento da Pandemia no Brasil está dificultando o visto de trabalho e, Pituca e o Santos, chegaram e pensar num reencontro, por empréstimo, mas a punição na Fifa impediu.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

- Eu já tinha assinado com o Kashima e não teria como o Santos me registrar de novo. A gente tentou prorrogar, mas infelizmente, como os japoneses já tinham dado entrada em tudo, não teria como. Seria uma boa. Fiquei feliz de na outra semana poder voltar para o Santos. Infelizmente, não deu certo - em entrevista ao canal do jornalista Ademir Quintino.

Diego Pituca foi negociado com o Kashima Antlers por US$ 1,6 milhão (cerca de R$ 8,2 milhões). A negociação existia desde o ano passado, mas foi concretizada somente depois que Andrés Rueda assumiu a presidência do clube. O volante não esconde que pensa em voltar ao clube no futuro.

- Quero cumprir meus três anos e voltar para o Santos. Lógico que a gente não sabe do futuro, a gente brinca, mas lógico que quero voltar, até porque estou em dívida com a torcida.

Torcedor declarado do Peixe, Pituca chegou ao clube em 2017, vindo jogar na equipe B. Foi promovido, virou titular e um dos ídolos da torcida. Com a camisa santista foram 155 jogos e oito gols.