Santos tem menos de um ano para captar recursos em prol de iniciativas focadas na base e futebol feminino

Lucas Humberto
·1 minuto de leitura

O Santos mantém conversa com agências especializadas para buscar aportes em dois projetos de lei de incentivo: um direcionado às Sereias da Vila e outro focado na categoria Sub-15. Marcelo Frazão, executivo de marketing do Peixe, conduz as negociações. As iniciativas podem render até R$ 5 milhões ao clube.

Os projetos foram aprovados em 2017 pelo Ministério da Cidadania, dentro da Secretaria Especial do Esporte. Agora, o Alvinegro Praiano corre contra o tempo para captar recursos. Vale lembrar que o primeiro prazo já venceu, mas o clube conseguiu prorrogação por mais um ano.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"São projetos aprovados, que estavam parados, que era só ir atrás dos patrocinadores", ressaltou Andres Rueda, em entrevista.

Conheça os projetos

A primeira iniciativa, chamada 'Meninos da Vila', foi aprovada no valor de R$ 2.643.081,51e tem prazo de captação até 7 de novembro. O projeto engloba bolsa auxílio para atletas, bem como compra de materiais esportivos e contratação de profissionais de setores como fisioterapia e psicologia, além de administração das categorias.

A ação 'Sereias da Vila', por sua vez, segue o mesmo padrão (bolsa e contratação de profissionais), sendo que o valor para captação é de R$ 2.444.413,23. O prazo foi estendido até 5 de abril deste ano.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.