Santos tem bom aproveitamento nas bolas longas em 2020; entenda

Fábio Lázaro
LANCE!


O Santos de Jesualdo apresentou aproveitamento positivo nas jogadas de bolas longas até a paralisação do futebol por conta da pandemia do novo coronavírus.

Em 12 partidas disputadas, a média de acerto encontra-se em 59,1%. A equipe encerrou apenas três partidas com desempenho nas ligações diretas inferior a 50%: no empate em 0 a 0 contra o Red Bull Bragantino, pela primeira rodada do Campeonato Paulista, onde registrou 47%; na vitória por 1 a 0 contra o Delfin-ECU, pela segunda rodada da Fase de Grupos da Libertadores, com 45%; e na derrota por 2 a 1 contra o São Paulo, pela 11ª rodada do Paulistão, último jogo antes do início da quarentena, com 49%, de acordo com a plataforma SofaScore.

No total, foram 682 tentativas de lançamentos longos com 396 acertos. Ainda assim, o número é inferior ao mesmo período do Peixe comandado por Jorge Sampaoli, no ano passado. Com o argentino, o Alvinegro Praiano teve 62% de aproveitamento nas bolas longas, com 490 acertos em 784 tentativas.




Aproveitamento dos atletas

Dois jogadores do Santos possuem 100% de aproveitamento nas suas bolas longas: Evandro e Renyer. No entanto, ambos os atletas atuaram poucos minutos jogados na temporada, o meia 140 e o atacante 65. Dos que possuem maior sequência de tempo em campo, Soteldo é o que aponta melhor desempenho, 94%.

Dos integrantes do elenco santista que já jogaram em 2020, apenas três apresentam percentual de acerto abaixo dos 50% nas ligações diretas a: Éverson, Raniel e Yuri Alberto – Madson, Marinho, Tailson e Uribe não entraram na contabilidade, pois não efetuaram lançamentos longos na temporada, até o momento.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também