Santos recebe patrocínio da Binance e pode lucrar cerca de R$ 100 milhões

Rueda destaca dificuldade financeira do Santos (FOTO: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)


O presidente Andres Rueda revelou que o Santos recebeu no último dia 1º US$ 3 milhões (cerca de R$ 17 milhões) da cota de patrocínio da Binance ao clube. Após o dia 15 de dezembro, o Peixe ainda pode lucrar mais de R$ 100 milhões.

Atualmente, o Peixe tem 1,3 milhão de tokens. Na manhã desta terça, a unidade estava cotada em US$ 6,70. Caso a venda fosse finalizada hoje, com as contas atuais, o Santos receberia US$ 8,7 milhões de dólares (cerca de R$ 45 milhões de reais). Em novembro, a cotação do Fan Token chegou a bater em US$ 17. Nesse caso, o montante do Santos em uma possível venda seria de US$ 22 milhões (R$ 114 milhões).

A cotação do Token é variável de acordo com a procura. O presidente Andres Rueda pretende vender apenas em caso de necessidade ou com o valor em um patamar alto.

- As pessoas falam: pô, o que vocês fizerem, não aumentou receita. Dia 1, recebemos US$ 3 milhões de dólares (R$ 17 milhões de reais cotação atual) da Binance, com fan token. E dia 15 eu tenho uma possibilidade, dependendo do mercado, de receber entre 50 e 80 milhões. Tudo em razão de fan token. Isso é plantar quietinho, sabendo que ia entrar - disse Rueda ao Blog Soul Santista.

O Peixe anunciou a Binance em novembro do ano passado. À época, o clube recebeu US$ 10 milhões (cerca de R$ 55 milhões na cotação da época), com imagens estampadas na camisa pelos próximos três anos. Mais do que um patrocínio, com este acordo, a Binance tornou-se a parceria oficial para operar a venda de Fan Tokens e NFT do Santos.