Santos protesta contra escolha do local da final da Copinha

·1 min de leitura
O presidente Andres Rueda precisa escolher dois novos membros para o CG (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


A diretoria do Santos reprovou e protestou contra a decisão da Federação Paulista de Futebol (FPF) de confirmar a final da Copinha para o Allianz Parque na próxima terça-feira, às 10h, somente com a presença de torcedores do Palmeiras.

O Santos aceitou a decisão de torcida única, prevista no regulamento, mas criticou a escolha do Allianz Parque. Historicamente, a final da Copinha acontecia no Pacaembu, mas o estádio foi cedido à iniciativa privada e está fechado para reformas.

A diretoria chegou a conversar com o Governador do Estado, João Dória Jr, que garantiu segurança para a realização da decisão em qualquer estádio da Capital.

Confira a nota oficial do Santos:

O Santos FC lamenta e repudia a decisão da Federação Paulista de Futebol (FPF) de marcar a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, nesta terça-feira (25/01) para o Allianz Parque. O Peixe considera que tal decisão, que no regulamento da competição está sob responsabilidade do Departamento de Competições da FPF, privilegia o outro finalista e não atende ao princípio de isonomia.

Desde o término das semifinais, na noite de sábado, o presidente do Santos, Andres Rueda, manteve contato com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, argumentando que nosso adversário tinha o direito de jogar com torcida, mas que o estádio deveria ser neutro.

Historicamente, as finais da Copa São Paulo de Futebol Júnior ocorrem no Pacaembu, como o próprio regulamento deixa claro. Rueda apontou diversas alternativas para que a final ocorresse seguindo o tradicional princípio da neutralidade nesta competição de base e reitera seu descontentamento com a decisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos