Santos pressiona, mas só empata com Ceará na Vila Belmiro

·3 minuto de leitura
SANTOS, SP, 27.12.2020 - SANTOS-CEARÁ: Partida entre Santos e Ceará, válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro série A 2020, realizada no estádio Vila Belmiro, na Baixada Santista, na tarde deste domingo (27). (Foto: Antonio Cicero/Photo Press/Folhapress)
SANTOS, SP, 27.12.2020 - SANTOS-CEARÁ: Partida entre Santos e Ceará, válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro série A 2020, realizada no estádio Vila Belmiro, na Baixada Santista, na tarde deste domingo (27). (Foto: Antonio Cicero/Photo Press/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo com Marinho aceso, o Santos cedeu empate para o Ceará por 1 a 1 neste domingo à noite (27), na Vila Belmiro. A partida foi válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o empate, o time santista fica em oitavo com 41 pontos e distante dos líderes, enquanto a equipe nordestina, com 35 pontos, está em 10º lugar.

O Santos controlou as ações desde o começo do jogo e abriu o placar aos 10 minutos graças ao erro do Ceará no meio de campo e a boa fase de Marinho. Fernando Sobral deu a bola no pé de Soteldo, que entrou na área e cruzou para Diego Pituca. O volante santista atuou como pivô e rolou para Marinho emendar um chute rasteiro de fora da área.

Esse foi o 22º gol do atacante Marinho nesta temporada.

O jogo parecia favorável para o time do técnico Cuca, ainda mais com Felipe Jonatan, Kaio Jorge e Marinho próximos de ampliarem na etapa inicial. Mas aos 36 minutos, em contra-ataque do Ceará, Bruno Pacheco, da esquerda, cruzou na área e Cléber manda de cabeça, John chega a espalmar a bola e Samuel Xavier empurra para a rede.

Nos acréscimos, o Ceará quase empatou com Vina. Após novo contra-ataque, Vina recebeu de Lima e bateu coloco, o goleiro John fez boa defesa.

Na etapa final, o Santos começou com o mesmo ritmo do início e deixou os comandados do técnico Guto Ferreira contra a parede. Soteldo fez boa jogada pela esquerda e cruzou na área para Diego Pituca encher o pé de primeiro. A bola desviou na zaga e foi para linha de fundo, aos oito minutos.

Quatro depois, foi a vez de Marinho bateu cruzado e exigir o goleiro Fernando Prass a espalmar para escanteio.

Marinho esteve perto de marcar um bonito gol. O atacante recebeu assistência de Alison na entrada da área e emendou um voleio, o goleiro do Ceará espalmou para linha de fundo, aos 22.

Na sequência, Cuca tirou Soteldo e Alison e manda a campo Bruninho e Arthur Gomes. No minuto seguinte, Cleber entrou na área e chegou a balançar a rede, porém, o árbitro Rodolpho Toski Marques assinalou impedimento.

O Ceará tentava respirar, mas Marinho não deixava e acertou a trave de Prass, aos 35. Depois, o atacante cobrou escanteio fechado, e Arthur Gomes esviou a bola com o braço. O árbitro chegou a validar o gol, mas voltou atrás após revisão do VAR aos 41 minutos.

Como folga na próxima rodada para enfrentar o Boca Juniors pela Libertadores na quarta (6), o Santos volta a jogar pelo Brasileiro no dia 10 de janeiro contra o São Paulo, no Morumbi. O Ceará receberá o Internacional no dia 7.

SANTOS

John, Lucas Braga, Luan Peres, Laércio e Felipe Jonatan (Jean Mota); Alison (Lucas Lourenço), Diego Pituca e Sandry (Vinicius Balieiro); Soteldo (Arthur Gomes), Kaio Jorge (Bruno Marques) e Marinho. T.: Cuca

CEARÁ

Fernando Prass, Samuel Xavier (Eduardo), Klaus, Tiago Pagnussat e Bruno Pacheco; Fabinho e Charles (Pedro Naressi); Fernando Sobral (Kelvyn), Lima (Saulo) e Vina; Cléber (Felipe Vizeu). T.: Guto Ferreira

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP).

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartões amarelos: Felipe Jonatan e Diego Pituca (SAN); Cléber e Saulo (CEA)

Gols: Marinho (SAN)), aos 10min, e Samuel Xavier (CEA), aos 36min do 1ºT