Santos preocupa demais com desempenhos de time rebaixado

·1 min de leitura
Marinho teve outra atuação dsicreta pelo Santos. Foto: Fernanda Luz/AGIF

O Santos corre seu maior risco de rebaixamento na história. Um dos três times grandes que nunca caiu - São Paulo e Flamengo são os outros - o Santos não está jogando um futebol de permanência na elite. A derrota de 2 a 0 para o América-MG, na Vila Belmiro, foi justa. A equipe mineira foi melhor, em que pese a expulsão de Jean Mota, no pênalti cometido do primeiro gol. Em raros momentos, o Santos foi perigoso na partida, no 11 contra 11. 

Fábio Carille escalou uma formação mais ofensiva, sacando um dos três zagueiros de confrontos anteriores. Pressionado, o Santos deu muito espaço para o adversário e viu o América comandar as ações. Com a lesão de Camacho, Carille colocou Jean Mota e viu o meia atuar menos de um minuto, com o cartaõ vermelho recebido, no final do primeiro tempo. O lance desmontou o Santos e deixou todo mundo abalado, dentro e fora de campo. Depois, no início da segunda etapa, João Paulo falhou e Alê aumentou o escore. Carille tentou de tudo, mas o Santos não teve forças para reagir e assistiu a administração do resultado pelo América. 

Agora, o Santos tem 29 pontos em 27 jogos, na 16ª posição da Série A. A tendência é entrar no Z4, com o Bahia ganhando da Chape. Pior do que isso é a tabela do Santos, de enfrentamentos com Fluminense, Palmeiras, Corinthians, Flamengo, Inter e Red Bull Bragantino. Pelos desempenhos atuais, o Santos não dá mostras de que terá sucesso diante destes rivais. 

No momento, Carille fica como grande responsável. São nove partidas e apenas uma vitória, com duas semanas livres de treinos. O treinador precisa achar um esquema compatível com a realidade santista. Ainda não encontrou e o tempo é curto. Ficou ruim. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos