Santos perde pro Barcelona-EQU, e Marinho faz autocrítica: 'Temos que dar um pouco mais'

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Depois de protagonizar inúmeras noites espetaculares de Libertadores na temporada passada, o Santos não foi Santos nesta terça-feira (20), dia de sua estreia na fase de grupos da edição de 2021. Mesmo jogando em sua histórica casa, o Peixe esteve irreconhecível e acabou batido com justiça pelo Barcelona-EQU: 2 a 0, gols de Carlos Garcés e Pará (contra), resultado muito ruim para as pretensões do Alvinegro em sua chave.

Como destaca o globoesporte.com, o atacante Marinho falou à imprensa após o encerramento do duelo na Vila Belmiro, isentando a comissão técnica de responsabilidade no revés e fazendo uma autocrítica: aos olhos do camisa 11, faltou mais doação do elenco alvinegro no confronto.

Peixe foi presa fácil dentro de sua própria casa | Pool/Getty Images
Peixe foi presa fácil dentro de sua própria casa | Pool/Getty Images

"Fomos muito abaixo dentro do que o professor pediu, não fizemos o que ele pediu. Normalmente a culpa vai para o técnico, mas nós deixamos sair da nossa mão o que ele pediu, não trabalhamos isso. A gente não tem muito tempo para trabalhar, é jogo atrás de jogo. O professor não tem muito tempo para botar o time para treinar. Temos que jogar, e é isso. Estamos vestindo a camisa do Santos, temos que dar um pouco mais. Dentro de casa não pode deixar passar", afirmou.

O péssimo resultado em casa já coloca o Santos em situação incômoda na chave, afinal, precisará compensar os três pontos perdidos com uma vitória fora de casa. Seu próximo compromisso pela Libertadores será na próxima terça-feira, dia 27 de abril, contra o Boca Juniors. Antes disso, o Peixe terá dois jogos pelo Paulistão: Novorizontino (23/4) e Corinthians (25/4).