Santos perde ação e terá de pagar R$ 2,5 milhões para auxiliar de Sampaoli

·1 minuto de leitura

O Santos perdeu o último recurso de Jorge Alberto Desio, ex-auxiliar técnico que fazia parte da comissão técnica santista quando Jorge Sampaoli passou pelo Alvinegro. Com essa decisão, cabe ao Santos pagar toda a rescisão contratual, acrescida de multas e juros.

O time da Vila Belmiro tinha obtido vitória nas duas primeiras instâncias, mas, em Brasília, o Tribunal Superior do Trabalho reconheceu a rescisão e deu razão a Jorge Desio. Os valores da verbas rescisórias eram de cerca de R$ 510.000,00 e hoje, com a decisão, os valores chegam em torno de R$ 2.500.000,00.

Leia também:

A defesa santista apontou que, mesmo com atraso, depositou o FGTS para o profissional. E isso foi suficiente para uma vitória parcial nos tribunais.

Nas duas primeiras instâncias, o argumento foi aceito, mas o TST entendeu que o motivo foi o suficiente para o contrato ser rescindido unilateralmente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos