Santos marca nos acréscimos e vence o Atlético-GO em jogo de cinco gols

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Atlético-GO e Santos fizeram um jogo eletrizante no estádio Antônio Accioly, nesta quarta-feira (2), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube alvinegro venceu a partida por 3 a 2, com um gol nos acréscimos da partida.

O Atlético-GO poderia ter aberto o placar logo aos 3 minutos do primeiro tempo, se não fosse a ótima defesa de João Paulo. Baralhas finalizou de cabeça, após jogada de Wellington Rato, mas o goleiro tirou o perigo.

Se João Paulo evitou o gol do Atlético-GO, Renan fez o mesmo do outro lado. Aos 7, o Santos levantou a bola na área em cobrança de falta e Bauermann finalizou de cabeça para boa defesa do goleiro do Dragão. Logo na sequência, o clube paulista cobrou escanteio com Sanchez e Carbarajal também subiu de cabeça para arrematar. Mais uma vez Renan brilhou e salvou o time da casa.

Aos 19, Ângelo levantou a bola na área pela direita, a zaga do Dragão não marcou Marcos Leonardo que subiu livre de cabeça para marcar o primeiro gol do jogo.

A defesa do Santos vacilou e o Atlético teve liberdade para empatar a partida. Shaylon cruzou para a área, Bralhas ajeitou no peito para Diego Churín, que chegou batendo para o gol para deixar tudo igual.

Aos 38, Jefferson cruzou rasteiro para a área, João Paulo tentou tirar, mas não saiu bem. A bola sobrou no pé de Luiz Fernando que apenas empurrou para o fundo do gol.

O zagueiro Wanderson errou na saída de bola do Atlético-GO, e Ângelo não perdoou. O jogador santista foi para o combate e a bola sobrou para Lucas Braga, que mandou para o fundo das redes para empatar o jogo.

Precisando do resultado em casa para avançar na tabela, o Atlético seguiu se lançando ao ataque. Aos 21, Dudu invadiu a área, fez boa jogada individual, finalizou, mas João Paulo evitou o gol com outra boa defesa.

Já aos 48, Camacho lançou Marcos Leonardo que puxou o contra-ataque. Renan saiu mal do gol após confusão entre os defensores e o atacante rolou para Lucas Barbosa, que empurrou para o gol.

Estádio: Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)

Cartões: Gabriel Baralhas, Jefferson, Churín (AGO); Sanchéz (SAN)

Gols: Churín (AGO), aos 28min do 1º tempo; Luiz Fernando (AGO), aos 38min do 1º tempo; Marcos Leonardo (SAN), aos 19min do 1º tempo; Lucas Braga (SAN), aos 6min do 2º tempo; Lucas Barbosa (SAN), aos 48min do 2º tempo

ATLÉTICO-GO

Renan; Dudu (Lucas Lima), Lucas Gazal, Wanderson e Jefferson; Marlon Freitas, Gabriel Baralhas e Wellington Rato; Shaylon (Jorginho), Churín e Luiz Fernando. T.: Eduardo Ribeiro

SANTOS: João Paulo; Nathan (Vinicius Balieiro), Eduardo Bauermann, Alex (Luiz Felipe) e Felipe Jonatan; Camacho, Carlos Sánchez (Vinícius Zanocelo) e Carabajal (Sandry) ; Ângelo (Lucas Barbosa), Lucas Braga e Marcos Leonardo. T.: Orlando Ribeiro