Santos perde para o The Strongest na altitude de La Paz

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bolivia's The Strongest players celebrate after scoring against Brazil's Santos during the Copa Libertadores football tournament group stage match at the Hernando Siles stadium in La Paz, on May 18, 2021. (Photo by Javier MAMANI / various sources / AFP) (Photo by JAVIER MAMANI/AFP via Getty Images)
Bolivia's The Strongest players celebrate after scoring against Brazil's Santos during the Copa Libertadores football tournament group stage match at the Hernando Siles stadium in La Paz, on May 18, 2021. (Photo by Javier MAMANI / various sources / AFP) (Photo by JAVIER MAMANI/AFP via Getty Images)

Mesmo jogando mais de 65 minutos com um jogador a mais, o Santos perdeu para o The Strongest por 2 a 1 na noite desta terça-feira, em La Paz, pela fase de grupos da Copa Libertadores. O Peixe falhou no começo do jogo, sofreu dois gols, mas cresceu após a expulsão de Castillo e diminuiu com um golaço de Felipe Jonatan.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Com a derrota, o Santos fica em situação desconfortável na Copa Libertadores. A equipe aguarda o resultado de Boca Juniors x Barcelona-EQU, quinta-feira, na Argentina, para conhecer o resultado que precisará diante do Barcelona-EQU na próxima semana, no Equador, para ainda lutar pela classificação para as oitavas de final.

Leia também:

O jogo

O The Strongest aproveitou a altitude e saiu na frente aos 15 minutos. Após cruzamento da direita, Blackburn ganhou de Kaiky Fernandes pelo alto e cabeceou, o goleiro João Paulo fez boa defesa, mas, no rebote, Reinoso mandou para o gol.

O Santos teve a primeira chance aos 18 minutos. Jean Mota cobrou falta da entrada da área e o goleiro Daniel Vaca mandou para escanteio.

Aos 20, após cruzamento da direita, Blackburn se esforçou e jogou para o meio da área, Reinoso apareceu sozinho do lado esquerdo e chutou forte, mas o goleiro João Paulo saiu bem e salvou o Peixe. Aos 22, após novo cruzamento pela direita, Blackburn ganhou pelo alto de Kaiky Fernandes e ajeitou para o meio, Willie apareceu sozinho no meio da área e empurrou para o gol para ampliar.

Aos 25, Castillo recebeu cartão vermelho por falta em Kaio Jorge. O time da casa ficou com um jogador a menos e o Santos cresceu na partida.

Aos 27, Gabriel Pirani recebeu na entrada da área e chutou forte, mas o goleiro Daniel Vaca fez boa defesa. A melhor chance do Santos saiu aos 38 minutos. Em jogada ensaiada, Jean Mota cobrou escanteio da direita, Kaio Jorge apareceu livre no meio da área e cabeceou, mas a bola passou raspando a trave de Daniel Vaca.

Aos 39 minutos, Jean Mota arriscou da intermediária e o goleiro Daniel Vaca mandou para escanteio.

O Santos voltou para o segundo tempo com Copete e Marcos Leonardo nas vagas de Kaiky Fernandes e Gabriel Pirani. E a primeira chance saiu aos sete minutos. Assim como no primeiro tempo, Jean Mota cobrou escanteio em jogada ensaiada e Kaio Jorge apareceu livre no meio da área, mas cabeceou à esquerda do gol de Daniel Vaca.

O Peixe diminuiu aos 20 minutos. Jean Mota cobrou escanteio da esquerda, a defesa afastou e Felipe Jonatan soltou um míssil de fora da área para fazer um golaço.

Na base da pressão, o Santos seguiu no ataque em busca do empate, mas não conseguiu vencer a defesa do The Strongest, que abusou, inclusive, da cera para segurar o resultado.

FICHA TÉCNICA
THE STRONGEST 2 X 1 SANTOS

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (BOL)
Árbitro: Diego Haro (PER)

Gols: Reinoso, aos 15' do 1ºT, Willie, aos 22' do 1ºT; Felipe Jonatan, aos 20' do 2ºT
Cartões amarelos: Castillo e Valverde (The Strongest) e Jean Mota, Copete, Felipe Jonatan e Kaio Jorge (Santos)
Cartões vermelhos: Castillo (The Strongest)

THE STRONGEST
Daniel Vaca; Torres, Castillo, Martinelli e Sagredo (Bejarano, aos 52' do 2ºT); Gomez, Valverde, Ramiro Vaca e Blackburn (Jesus Sagredo, aos 32' do 2ºT); Reinoso e Willie (Arrascaita, aos 21' do 2ºT). Técnico: Gustavo Florentín

SANTOS
João Paulo (Madson, aos 31' do 2ºT), Pará, Kaiky Fernandes (Copete, no intervalo), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota (Ivonei, aos 35' do 2ºT) e Gabriel Pirani (Marcos Leonardo, no intervalo); Ângelo (Allanzinho, aos 28' do 2ºT), Kaio Jorge e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos