Santos lança camisa que remete ao jogo histórico com os Cosmos, na Vila

Camisa do Peixe começa a ser vendida nesse sábado (Foto: Divulgação/Santos)


O Santos vai lançar nesse sábado (12), em parceria com a Umbro, empresa responsável pelo material esportivo do clube, uma camisa retrô inspirada em um momento histórico do clube. No dia 13 de março de 1980, o Alvinegro Praiano recebeu o New York Cosmos, dos Estados Unidos, para uma partida amistosa, jogo que contou com grandes nomes do futebol mundial e foi realizado na Vila Belmiro.

Em um encontro de gerações, a campanha conta João Paulo, um dos eternos Meninos da Vila e conhecido como Papinha da Vila, presente naquele duelo, e dois representantes das categorias de base do Peixe: a meio-campista Marzia Coutinho, das Sereias da Vila, e o zagueiro João Ananias, do Sub-15.

Produzida a partir de um método de tecelagem que dá um toque de algodão ao poliéster, a nova camisa tem o preto predominante sobre o branco, assim como o uniforme utilizado em 1980. O ano, inclusive, aparece na parte de trás da camisa, na gola, abaixo da nuca. O escudo do Santos, bordado, é o mesmo da época.

As vendas da camisa retrô começam neste sábado (12), a partir das 10h, tanto pelo e-commerce da Umbro Brasil (www.umbro.com.br) como pela Santos Store (www.santosstore.com.br). Demais parceiros do varejo começarão a vender o novo produto a partir da segunda-feira (14).

O Rei e todo o Cosmos dentro da Vila

Mais de 20 mil pessoas tiveram o privilégio de assistir ao vivo o jogo amistoso entre Santos e New York Cosmos. Na ocasião, Pelé foi responsável pelo pontapé inicial, enquanto Rubens Feijão anotou o gol santista. Pelo lado norte-americano, Franz Beckenbauer, o maior jogador da história da Alemanha, marcou o primeiro tento, enquanto Ricky Davis fez o segundo.

FICHA TÉCNICA

Santos FC 1 x 2 New York Cosmos (EUA)

Data: 13/03/1980, quinta-feira, 21h15.

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP, Brasil.

Público: 20.759 pessoas (17.569 pagantes e 3.190 menores).

Renda: Cr$ 2.151.050,00

Árbitro: Marcio Campos Salles

Escalação do Santos

Marolla; Aílton Luis (Paulinho), Joãozinho, Neto e Washington; Gilberto Costa (Miro), Carlos Silva (Rubens Feijão) e Pita; Serginho (Claudinho), Aluísio e João Paulo. Técnico: Pepe

Escalação do NY Cosmos

Hubert Birkenmeier; Eskandarian, Oscar, Carlos Alberto Torres e Nelsi; Ricky Davis, Beckenbauer e Romerito; Seninho, Giorgio Chinaglia e Mark Liveric (Larry Hulcer).