Iraque comemora retirada de veto da Fifa para receber partidas internacionais

EFE

Bagdá, 17 mar (EFE).- O Iraque comemorou neste sábado a retirada de uma sanção imposta pela Fifa desde a década de 1990, onde o país não podia sediar partidas internacionais, por conta da onda de violência na região.

Em um tuite, o governo iraquiano "cumprimenta a decisão da Fifa de suspender o veto para a realização de partidas internacionais no Iraque".

"O Ministério da Juventude e Esportes está investindo em estádios de última geração e em melhorias nas instalações para apoiar o desenvolvimento do jogo em todos os níveis, incluindo na identificação de talentos", afirmou o governo.

Além disso, o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, felicitou todos os "fãs do futebol iraquiano pelo regresso das partidas internacionais aos estádios do país. O árduo trabalho de melhorar a segurança e a estabilidade está dando frutos", disse, em sua conta oficial do Twitter.

Ontem a Fifa decidiu retirar do Iraque uma sanção imposta desde os anos 1990, embora levantada por um curto período de tempo em 2012, e poderá receber jogos internacionais nas cidades de Erbil (Curdistão), Basra e Carbala, se for provada pela Confederação Asiática de Futebol (AFC).

No entanto, o presidente da Fifa, Gianni Infantino afirmou que ainda não levantou o veto em Bagdá. EFE


Leia também