Santos joga bem, vence o Red Bull Bragantino e se afasta da zona de rebaixamento do Brasileiro

·3 min de leitura


O Santos voltou a jogar bem, venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, e se afastou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Os gols do jogo foram marcados pelo atacante Marinho e pelo meia Carlos Sánchez, de pênalti.

Com o resultado, o Peixe subiu para a 14ª colocação, com 38 pontos ganhos, e abriu oito pontos de vantagem para o primeiro time no Z4, o Sport, que ainda joga na rodada. O Santos volta a campo no próximo sábado, diante do Atlético-GO, fora de casa.

O jogo

O Santos começou a partida marcando a saída de bola do Red Bull Bragantino de uma tal forma que o atacante Diego Tardelli acertou um carrinho no goleiro Cleiton com menos de três minutos. Aos seis, após cobrança de escanteio da esquerda, Lucas Braga aproveitou sobre de bola e acertou a trave, mas a jogada foi parada por um toque de mão do atacante do Peixe.

O Red Bull Bragantino respondeu aos dez minutos. Após erro de Kaiky na saída de bola, a bola chegou em Eric Ramires na entrada da área. O jogador bateu colocado, a bola desviou na zaga e saiu raspando a trave de João Paulo.

Aos 23 minutos, o volante Zanocelo recebeu na entrada da área e chutou forte, mas a bola saiu à direita do gol de Cleiton. O primeiro gol saiu quatro minutos mais tarde. Após boa jogada de Pirani, Diego Tardelli arriscou de fora da área, Cleiton deu rebote e Marinho apareceu para cabecear para o gol e colocar fim a um jejum de mais de quatro meses em balançar as redes.

O Red Bull Bragantino teve uma boa chance para empatar aos 40 minutos. Cuello deu bom passe para Edimar, que chutou cruzado, mas a bola passou na frente do gol de João Paulo. Aos 44 minutos, Lucas Braga fez boa jogada pela esquerda e cruzou, Diego Tardelli cabeceou e Cleiton fez a defesa.

No segundo tempo, o Red Bull Bragantino teve a primeira chance aos dois minutos. Cuello invadiu a área pela esquerda e chutou, mas o goleiro João Paulo mandou a bola para escanteio. O Santos respondeu aos seis minutos. Kaiky deu lindo passe para Marcos Guilherme, que cruzou rasteiro, mas Lucas Braga não alcançou e a bola passou na frente do gol de Cleiton.

O Red Bull Bragantino teve uma grande chance aos 22 minutos. Ytalo recebeu de Cuello e deixou de calcanhar para Jadsom. O volante chutou da entrada da área, mas a bola passou à direita do gol de João Paulo.

No final do jogo, o Red Bull Bragantino partiu para o ataque em busca do empate a deu espaços para o contra-ataque do Peixe. Em um deles, aos 46 minutos, Ângelo deu lindo passe para Marinho, que sofreu pênalti. Carlos Sánchez cobrou com força e fez o segundo gol do Peixe.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 RED BULL BRAGANTINO

Data e hora: 10 de novembro de 2021, às 19h00 (horário de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

Gols: Marinho, 27'/2ºT (1-0), Carlos Sánchez, 47'/2ºT (2-0)
Cartões amarelos: Vinícius Zanocelo e João Paulo (SAN), Jadsom (RED)

SANTOS: João Paulo; Kaiky, Luiz Felipe (Robson Reis, aos 36'/2ºT) e Danilo Boza; Marcos Guilherme, Vinicius Zanocelo, Felipe Jonatan (Carlos Sánchez, aos 36'/2ºT), Gabriel Pirani (Vinícius Balieiro, aos 19'/2ºT) e Lucas Braga 9Ângelo, aos 29'/2ºT); Marinho e Diego Tardelli (Moraes, aos 19'/2ºT). Técnico: Fábio Carille

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Edimar; Jadsom (Emiliano Martinez, aos 39'/2ºT), Eric Ramires e Artur; Helinho (Gabriel Novaes, aos 13'/2ºT), Cuello (Gonzalo, aos 28'/2ºT) e Ytalo (Alejandro, aos 39'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos