Santos internaliza serviços e economiza R$ 2,5 milhões por ano

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


O Santos internalizou os serviços de segurança e limpeza do clube. Com isso, os contratos das empresas que eram terceirizadas foram revertidos e o clube terá uma economia de R$ 2,5 milhões por ano.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

- Vamos otimizar o trabalho e nesses valores já estão incluídos folguistas, seguro, uniformes, descontados os funcionários que atuavam no Business Center, na capital. Seguimos trabalhando para reestruturar o clube e torná-lo viável - reforçou o presidente Andres Rueda.

Devido ao momento financeiro crítico, o Peixe está fazendo diversos corte. Demitiu alguns funcionários com salários altos, demitiu ex-jogadores, como Renatinho, que atuava coordenador de futebol, e Alberto, que estava na coordenação das Franquias e Embaixadas do clube.

Com o patrocínio máster da Sumup, o Santos começou a caminhar e eliminar algumas dívidas. Inclusive, na última semana a diretoria pagou alguns salários, direitos de imagem que estavam atrasados e metade das premiações da Copa Libertadores.