Santos goleia o Cuiabá, mantém 100% na Vila e ocupa a vice-liderança do Brasileirão

Léo Baptistão fez o primeiro gol do Santos contra o Cuiabá (Foto: Divulgação / Santos)


O Santos iniciou a sequência de seis dos próximos sete jogos que fará diante de seus torcedores da melhor maneira possível: com uma vitória por goleada 4 a 1 sobre o Cuiabá, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Léo Baptistão, com um gol e uma assistência, foi o dono da partida, e decisivo para colocar o Alvinegro praiano na vice-liderança da competição, tendo o melhor ataque da competição e com 100% de aproveitamento na Vila Belmiro (três vitórias em três jogos).

Marcos Leonardo, Angulo e Rwan Seco, os dois últimos logo após entrarem em campo no segundo tempo, completaram o marcador.

O Peixe volta a campo na próxima quinta-feira (12), desta vez pela Copa do Brasil, diante do Coritiba. E espera contar com a força da Vila Belmiro para virar o resultado da partida de ida (derrota por 1 a 0) e seguir adiante na competição.

Pelo Brasileirão, o próximo compromisso será contra o Goiás, fora de casa, no domingo (15), às 19 horas (de Brasília).

O jogo

O Santos começou a partida a mil por hora e abriu o placar logo aos 2 minutos: Após levantamento de Zanocelo para a área, Madson ajeitou de peito e Léo Baptistão, depois de dominar com a coxa, virou de primeira e marcou um golaço: 1 a 0 Peixe.

Depois do gol, o Santos inexplicavelmente recuou, e o Cuiabá chegou ao empate. Uendel cruzou, Eduardo Bauermann ficou olhando, Lucas Pires não acompanhou e Alesson, de cabeça, deixou tudo igual.

A partida continuou bastante movimentada. Léo Baptistão, o melhor em campo, fez uma jogada digna de Messi, driblando uma série de adversários, e só não marcou um golaço porque o goleiro Walter conseguiu sair bem e abafar a bola nos pés do camisa 92.

O atacante voltou a ser protagonista antes do intervalo, ao servir de garçom para Marcos Leonardo marcar o segundo gol e colocar o Santos novamente na frente, aos 36 minutos: 2 a 1 Peixe.

Na etapa final, o jogo ficou um pouco mais truncado, mas ainda bastante equilibrado. João Paulo, que não havia trabalhado no jogo, evitou empate em chute de Rivas, de fora da área.

Bustos resolveu mexer no time e sacou Ricardo Goulart, mal no jogo, para a entrada de Lucas Braga, com a intenção de explorar a má estreia de Daniel Guedes no Cuiabá.

O time cresceu e contou com a estrela do técnico Fábian Bustos, que mandou Angulo e Rwan Seco para o jogo, viu a dupla marcar um gol cada, decretar a goleada por 4 a 1 e deixar o Peixe na briga pela liderança do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 4 X 1 CUIABÁ


Data e hora: 8 de maio, às 18h (horário de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões amarelos: Rivas, Everton (Cuiabá), Zanocelo (Santos)

GOLS: Léo Baptistão, aos 2'/1ºT (1-0), aos 2, Alesson, aos 11'/1ºT (1-1), Marcos Leonardo, aos 36'/1ºT (2-1), Angulo, aos 31'/2ºT (3-1) e Rwan Seco, aos 33'/2ºT (4-1)

SANTOS: João Paulo; Madson, Velázquez, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Zanocelo (Camacho) e Ricardo Goulart (Lucas Braga); Léo Baptistão (Rwan Seco), Marcos Leonardo (Angulo) e Jhojan Julio (Sandry). Técnico: Fabián Bustos

CUIABÁ: Walter; Daniel Guedes, Marllon, Empereur e Uendel; Rivas (Marcão), Pepê e Valdívia (Rodriguinho); Everton (Felipe Marques), Alesson (Jonathan Cafu) e Elton (Jenílson). Técnico: Pintado

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos