Santos emite nota oficial contra arbitragem no clássico

O presidente Andres Rueda promteu não se calar sobre os erros contra o Santos (FOTO: Ivan Storti/Santos FC)


O Santos se pronunciou após ao clássico contra o São Paulo, no Morumbi, em jogo válido pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo terminou com vitória dos mandantes por 2 a 1 em uma partida recheada de polêmicas envolvendo a arbitragem.

O time santista reclama que no lance que antecedeu o pênalti houve um erro de Leandro Vuaden. Marcos Leonardo e Alisson disputaram a bola e, antes dela sair, o jogador do São Paulo tenta segurar a bola. Arbitragem marcou lateral contra o Peixe, na sequência, surge a penalidade.

Pelo Brasileirão, o Santos já enviou reclamações sobre o pênalti não marcado contra o Fluminense, na primeira rodada da competição. Contra o Coxa, na segunda rodada, um pênalti foi marcado contra o time e o lance também gerou insatisfação no clube.

"O Santos FC não vai mais se calar. Não é a primeira vez que fomos prejudicados nesta temporada. Seguimos sofrendo com erros inaceitáveis em lances cruciais da partida. A arbitragem do futebol brasileiro precisa de uma reciclagem e de mais responsabilidade em suas atuações. Não só pelo Santos, mas por todos os clubes envolvidos neste esporte. Não queremos ser beneficiados de forma alguma, mas também não aceitaremos ser prejudicados", disse o presidente Rueda, em nota.

No duelo com o São Paulo, a CBF escalou o árbitro Leandro Pedro Vuaden, de 46 anos e categoria Master para comandar a partida. Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza foram os auxiliares. Pablo Ramon Goncalves Pinheiro comandou o VAR.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos