Santos defende vantagem na tentativa de ir às semifinais da Sul-Americana

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Santos joga no Paraguai, na noite de quinta-feira (19), com a possibilidade de avançar às semifinais da Copa Sul-Americana. Para isso, basta ao time praiano um empate no confronto com o Libertad, às 21h30 (de Brasília), no estádio Defensores del Chaco.

Transmitido pela Conmebol TV, o duelo em Assunção começa com a equipe brasileira em vantagem. Na Vila Belmiro, na semana passada, na partida de ida, os donos da casa venceram por 2 a 1, graças a uma bola colocada na rede nos acréscimos.

Os gols fora de casa são critério de desempate na competição. Assim, se o Libertad triunfar por 1 a 0, sobreviverá por ter marcado em São Paulo. Caso devolva o placar do primeiro jogo, forçará uma disputa por pênaltis.

Em sua tentativa de virar o confronto, a equipe paraguaia contará com torcedores. Foi liberada a entrada de 2.000 pessoas no Defensores del Chaco, o que não vem sendo tratado pelos jogadores do Santos como um fator determinante.

"Não vejo isso como um obstáculo. Pode até ser uma motivação a mais voltar a jogar com presença de torcedores, ainda que seja contra. De qualquer maneira, vai ser um grande jogo, e vamos em busca da classificação", afirmou o goleiro João Paulo.

Fernando Diniz teve de montar o time preto e branco mais uma vez sem Marinho. O atacante se recupera de lesão na coxa esquerda e, passando por um tratamento cauteloso, não viajou com o grupo a Assunção.

O Santos vai a campo com a seguinte escalação: João Paulo, Madson, Luiz Felipe, Wagner Leonardo, Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota, Carlos Sánchez; Marcos Guilherme, Pirani, Lucas Braga.

Estádio: Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)

Horário: 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira (19)

Juiz: Alexis Herrera (VEN)

Transmissão: Conmebol TV

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos