Santos controla e vence a Chapecoense na Vila Belmiro

LANCE!
Jogadores do Santos comemoram o gol de Gustavo Henrique (Marco Silva/Futura Press)
Jogadores do Santos comemoram o gol de Gustavo Henrique (Marco Silva/Futura Press)

O Peixe nadou em águas calmas neste domingo. Sem fazer muita força, quase em modo automático, o Santos venceu a previamente rebaixada Chapecoense por 2 a 0, com gols de Lucas Veríssimo e Evandro, na Vila Belmiro, e abriu três pontos do rival Palmeiras na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. 

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Pela penúltima rodada do campeonato, o Alvinegro praiano visita o Athletico-PR na próxima quarta-feira, às 19h, na Arena da Baixada. No mesmo dia, a equipe catarinense recebe o CSA, às 21h, na Arena Condá. 

Leia também:

LIVRE, LEVE E SOLTO
Diante de um adversário rebaixado, e feliz após a derrota do Palmeiras -  concorrente direto pela vice-liderança -, para o Flamengo, o Santos entrou em campo leve. E este sentimento foi positivo no início. Aos sete minutos, Evandro arrancou pela esquerda e fez ótimo cruzamento para Lucas Veríssimo, que nem precisou sair do chão para marcar de cabeça. 

PILOTO AUTOMÁTICO
Uma vez à frente, o Peixe diminuiu o ritmo. Ainda assim, em lance trabalhado, Sánchez encontrou Sasha na marca do pênalti, e o santista parou em defesa espetacular de João Ricardo. A Chape tentou se soltar, mas tinha dificuldade em acertar no campo ofensivo. A melhor chance foi em escanteio cobrado por Camilo, que quase resultou em gol olímpico, e decorreu em Hiago desperdiçando o rebote da pequena área. 

REACENDEU 
O Alvinegro voltou do intervalo em busca de retomar a intensidade. E conseguiu. Aos quatro, Sánchez inverteu para Marinho na esquerda, e o atacante bateu cruzado. Evandro, dessa vez, estava na pequena área para só encostar de pé direito e fazer 2 a 0. 

TRANQUILO E VICE-LÍDER
O restante da etapa final foi um espelho do que aconteceu na primeira. O time da casa balançou a rede e diminui a velocidade do jogo. Mas dessa vez, o rival catarinense estava ainda mais entregue e não voltou a assustar. O Santos, comandado por Jorge Desio neste domingo (devido a suspensão de Jorge Sampaoli), controlou a partida até o fim e garantiu o resultado. 

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 CHAPECOENSE

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Dara e Hora: 01/12, às 19h
Árbitro: Marielson Alves Silva (SA) - Nota L!: 6,0 - Em um jogo muito tranquilo, não chamou atenção. 
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Assistentes do VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE) Diogo Carvalho Silva (RJ)
Gramado: Muito bom 
Público e renda: 6961 pessoas e R$ 200.690,00
Cartões amarelos: Marinho, Lucas Veríssimo, Alison (SAN); Dalberto (CHA) 
Cartão vermelho: não houve. 

GOLS: Lucas Veríssimo 7'1ºT (1-0), Evandro 4'2ºT (2-0)

SANTOS
Everson, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan; Alison, Carlos Sánchez e Evandro (Diego Pituca, 31/2ºT); Marinho, Tailson (Derlis González, intervalo) e Eduardo Sasha (Kaio Jorge, 43'/2ºT). Técnico: Jorge Desio

CHAPECOENSE
João Ricardo, Eduardo, Douglas, Hiago (Maurício Ramos, 16'/2ºT) e Roberto; Amaral, Márcio Araújo, Elicarlos (Gustavo Campanharo, 36'/2ºT)  e Márcio Araújo; Renato (Dalberto, 35'/2ºT) e Arthur Gomes. Técnico: Marquinhos Santos

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também