Santos conta com Soteldo em duelo com Deportivo Lara na Venezuela, pela Libertadores

·2 minuto de leitura
Jogadores do Santos comemoram um gol de Vinicius Balieiro contra o Deportivo Lara em partida da Libertadores disputada em Santos, no dia 9 de março de 2021

O Santos, com seu camisa 10 Yeferson Soteldo de volta à Venezuela, enfrenta o Deportivo Lara nesta terça-feira valendo a classificação para a terceira fase da Copa Libertadores da América-2021.

Finalista contra o campeão Palmeiras na última edição do torneio, o alvinegro joga a partida de volta com o Lara, no Estádio Olímpico da UCV, em Caracas, com vantagem após vencer por 2 a 1 na ida, na Vila Belmiro, na semana passada.

Diante de uma lesão de Marinho, cabe a Soteldo assumir a liderança no ataque do Peixe graças a sua velocidade e por ser um jogador que desequilibra no mano a mano.

O meia criativo, de apenas 1,60m e 23 anos de idade, foi um dos jogadores que ajudaram o Santos a brilhar na última Libertadores.

Agora, Soteldo buscará fazer a diferença na visita à Venezuela, onde os torcedores o idolatram. Ele fez parte do elenco que em 2017 deu ao país um vice-campeonato mundial inédito na categoria Sub-20 e atualmente é uma das principais referências da seleção 'Vinotinto'.

- "Equipe está crescendo" -

Tricampeão da Libertadores (1962, 1963 e 2011), o Santos está em transição após a saída de Cuca e a chegada do novo técnico, o argentino Ariel Holan.

Depois de uma má estreia de Holan, na derrota de 4 a 0 para o São Paulo no Campeonato Paulista, o Peixe venceu o Lara no cenário internacional e derrotou o Ituano por 2 a 1 no final de semana.

"Acabamos de começar nosso trabalho e acho que com o passar dos jogos a equipe está crescendo", comentou o treinador em entrevista coletiva.

Kaio Jorge continua sendo um desfalque junto com Marinho.

- Vontade de surpreender -

O Lara teve sua única apresentação em 2021 no primeiro duelo contra o Santos. Sua sede natural é Barquisimeto (leste da Venezuela), mas jogará em Caracas por questões logísticas causadas pela pandemia de covid-19.

"Estávamos buscando (na Vila Belmiro) que o confronto continuasse em aberto e temos a possibilidade de fechar na Venezuela", disse seu treinador, o também argentino Martin Brignani.

Ele se mostrou satisfeito com o desempenho dos seus jogadores na ida, pois deram trabalho a um "grande", mas destaca que na volta devem "fazer muito mais".

Quem avançar vai enfrentar o vencedor do duelo entre Universidad de Chile e San Lorenzo na próxima rodada, a última antes da fase de grupos.

O confronto será definido na quarta-feira em Buenos Aires, depois de um empate em 1 a 1 em Santiago.

A partida terá início às 18h15 locais (19h15 no horário de Brasília) com arbitragem do peruano Víctor Carrillo.

- Prováveis escalações:

Deportivo Lara: Luis Curiel - Diego Meleán, Ignacio Anzola, Cristopher Rodríguez, Jonathan España, Víctor Sifontes - Telasco Segovia, Jesús Bueno, Luis Barrios - Darwin Gómez, Gilson Salazar. Técnico: Martin Brignani

Santos: João Paulo - Pará, Kaiky, Luan, Felipe Jonatan - Alison, Sandry - Vinicius Balieiro, Lucas Braga, Yeferson Soteldo - Ángelo. Técnico: Ariel Holan.

erc/ma/aam