Santos conta com base para superar desfalques e vencer Inter no Brasileiro

·4 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Assombrado por uma grande quantidade de casos de coronavírus, o Santos contou com dois desconhecidos do grande público para derrotar o Internacional por 2 a 0 neste sábado (14), na Vila Belmiro. A partida foi válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro John, 24, terceira opção na reserva, fez defesas importantes quando o jogo ainda estava 0 a 0. Já Ivonei, 18, puxado das categorias de base, foi o responsável por marcar o primeiro gol contra o time gaúcho, que abriu a rodada na liderança, com 36 pontos. Com o resultado, o Santos chega aos 34 pontos, na briga pelas quatro primeiras posições, e o Internacional, pode perder o primeiro lugar até o final desta rodada. O resultado é um alívio em meio aos casos de coronavírus entre os santistas. Segundo a assessoria do clube paulista, nove jogadores não foram relacionados para a partida deste sábado após testarem positivo para a doença. Entre eles, pelo menos seis atletas regularmente titulares (João Paulo, Madson, Lucas Veríssimo, Diego Pituca, Jobson e Jean Mota). No gol, o reserva Vladimir, também contaminado, foi substituído por John, a terceira opção entre os jogadores da posição. Na comissão técnica, depois de Cuca, internado desde sábado (7), o seu irmão e auxiliar Cuquinha também recebeu o diagnóstico de Covid-19. Coube então a Marcelo Fernandes a missão de comandar o time em campo. Fernandes é um velho conhecido da torcida alvinegra. Em 2015, ele assumiu o Santos no lugar de Enderson Moreira e conquistou o Campeonato Paulista. Neste sábado, Fernandes teve que recorrer às categorias de base para escalar o time. Outra ausência bem sentida, e essa não por causa da Covid-19, foi a de Soteldo. O atacante está com a seleção venezuelana na disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Na sexta, o atleta esteve em campo na derrota por 1 a 0 para o Brasil. A notícia boa em campo era o retorno de Marinho, que cumpriu suspensão no empate com o Red Bull Bragantino na rodada passada. Mas o principal atleta do elenco santista passou despercebido em campo no primeiro tempo. O Internacional, que perdeu Patrick e Nonato por causa do vírus, jogou um futebol sem criatividade e bem abaixo do que se espera de um líder do Campeonato Brasileiro. Depois do intervalo, a equipe colorada voltou mais acesa e trocando passes. Em seis minutos, o Inter fez o que até então não havia conseguido. Aos quatro minutos, Uendel deu assistência de cavadinha para Abel Hernández, que cara a cara encheu o pé e viu o goleiro santista espalmar. Dois minutos depois, John saltou para defender uma cabeçada perigosa de Thiago Galhardo. No momento em que a equipe gaúcha estava melhor, o Santos encontrou o seu gol, aos 13. O meia Ivonei, de 18 anos, cobrou falta da direita, a bola quicou na área e acabou dentro do gol de Marcelo Lomba. Com a vantagem no placar, John reapareceu interceptando outra cabeçada de Galhardo. O Santos chegou ao segundo em contragolpe puxado por Marinho. Ele ganhou no meio de campo e tentou surpreender o goleiro do Inter, que defendeu com o pé. Na sobra, Arthur Gomes chutou forte, e Lomba deu rebote na área para Kaio Jorge só completar de cabeça. Ainda sobre os casos de Covid-19, o ex-jogador Pepé, 85 anos, ídolo e segundo artilheiro da história do clube, está internado no hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, para se recuperar da doença. SANTOS John; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Wagner; Vinícius Balieiro, Ivonei (Arthur Gomes) e Felipe Jonatan; Marinho, Lucas Brag (Marcos Leonardo) e Kaio Jorge (Tailson). T.: Marcelo Fernandes INTERNACIONAL Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Praxedes), Edenílson (Rodrigo Lindoso) e Maurício (D'Alessandro); Marcos Guilherme (Leandro Fernández), Thiago Galhardo e Abel Hernández (Yuri Alberto). T.: Abel Braga Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP) Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF) Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Junior (ambos do DF) VAR: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE) Cartões amarelos: Kaio Jorge (S); Rodinei e Rodrigo Lindoso (I) Gols: Ivonei, aos 13min, e Kaio Jorge, aos 24min do 2º tempo