Santos busca vaga nas oitavas da Libertadores contra o já classificado Barcelona de Guayaquil

·3 minuto de leitura
O técnico do Santos, Fernando Diniz, durante o jogo da fase de grupos da Libertadores contra o Boca Juniors, na Vila Belmiro, em 11 de maio de 2021

O Santos, tricampeão da Libertadores, vai queimar o cartucho que sobrou contra o Barcelona do Equador nesta quarta-feira em Guayaquil na tentativa de chegar às oitavas de final do torneio.

Enquanto o clube 'torero' já está classificado com 10 pontos, o 'Peixe' parte para o tudo ou nada após a derrota (2-1) sofrida diante do boliviano The Strongest há uma semana em La Paz, pela quinta e penúltima rodada do Grupo C.

Outro revés no porto de Guayaquil pode ser ainda pior e deixá-lo de fora até das oitavas de final da Sul-Americana-2021, fase que tem oito vagas reservadas para os terceiros colocados que foram eliminados na fase de grupos da Libertadores.

O Barcelona, que começou a todo vapor vencendo seus três adversários da chave nas partidas de ida, aparece na liderança seguido pelo Boca Juniors (7 pontos), Santos (6 e 1 gol de saldo) e The Strongest (6 e -7 de saldo).

As equipes argentina e boliviana também se enfrentam simultaneamente ao jogo de Guayaquil, que será disputado nesta quarta-feira a partir das 19h00 locais (21h00, horário de Brasília).

- "De igual para igual" -

A equipe 'canaria', que também luta para garantir uma vaga na final do campeonato equatoriano, manifestou seu respeito pelo adversário.

"Esperamos que venham jogar de igual para igual", disse à imprensa o técnico, o argentino Fabián Bustos, que anunciou que seus jogadores vão buscar aproveitar os espaços livres que possam surgir no campo santista para tentar vencer.

Ele acrescentou que o treinador do time alvinegro, Fernando Diniz, que assumiu o cargo há duas semanas, está "fazendo um bom trabalho" no comando da equipe.

Diniz não quer depender de outros times para seguir na Libertadores, cujo título no ano passado escapou do Santos quando perdeu a final (1-0) para o Palmeiras, no Maracanã.

Seu time está ainda mais esperançoso no momento em que o meia Gabriel Pirani e o atacante Lucas Braga acabam de renovar seus contratos.

Mas o Barcelona, vice-campeão da Libertadores em 1990 e 1998, também está animado para manter sua ascensão tanto na competição local quanto na internacional.

- Sem relaxar -

O saldo "é excelente. Conseguimos nos classificar para as oitavas, mas ainda queremos mais na Libertadores e no torneio local continuamos brigando" pela vaga na final, disse Bustos.

Ele chamou o Santos de "adversário de muita hierarquia" e prevê que o jogo "será intenso".

"Eles vêm buscar o seu resultado e nós também vamos tentar o nosso, por isso será um jogo aberto", disse o treinador, acrescentando que "não virão relaxados".

A partida será realizada no estádio Monumental e será conduzida pelos árbitros colombianos Andrés Rojas (central), Wilmar Navarro e Dionisio Ruiz.

Possíveis escalações:

Barcelona: Javier Burrai - Mario Pineida, Williams Riveros, Luis León, Byron Castillo - Bruno Piñatares, Nixon Molina, Leandro Martínez, Damián Díaz, Michael Hoyos - Carlos Garcés. Técnico: Fabián Bustos.

Santos: João Paulo - Pará, Kaiky Fernandes Melo, Luan Peres Petroni, Felipe Jonatan Rocha Andrade - Angelo Borges, Alison Lopes, Gabriel Pirani, Jean Mota Oliveira de Sousa, Lucas Braga - Kaio Jorge. Técnico: Fernando Diniz.

sp/ol/aam