Santos vai à Fifa e cobra Flamengo por pagamento milionário de Gabigol


Em busca de ajustar a sua realidade financeira, então delicada, o Santos entrou com um processo de instrução junto a Fifa a fim de receber 500 mil euros (R$ 3,3 mi na cotação atual) referentes do mecanismo de solidariedade da compra do Flamengo por Gabigol no início deste ano.

O Rubro-Negro adquiriu de forma definitiva o atacante que, até o então, pertencia à Inter de Milão e estava emprestado ao clube, por 16,5 milhões de euros. Como Gabigol fez toda a sua base no Peixe, desde os 10 anos, quando chegou ao Alinegro Praiano, profissionalizando-se aos 17, e deixando aos 20 anos, o Santos teria direito a quantia por ser o clube formador – a Fifa prevê formação até os 23 anos.

– Santos cobra o Flamengo, que não pagou o mecanismo de solidariedade do Gabigol. Eles não pagaram, já venceu a segunda prestação. Entramos primeiro com um processo de instrução na Fifa, para receber o contrato e entender quanto de fato é devido – disse o integrante do Comitê de Gestão do Santos, Pedro Dória, em entrevista ao jornalista Jorge Nicola, no YouTube.

A diretoria santista fez uma reclamação junto a Fifa, que a partir daí instruirá o clube a agir mediante a situação. Ainda não há uma ação direta entre as partes, que podem resolver-se entre si.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também