Com um a menos, Santa Cruz arranca empate contra o Sport no Arruda

Gazeta Press

O Santa Cruz recebeu o Sport neste sábado pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano. Em partida tensa após as confusões que aconteceram na parte de fora do estádio com a equipe do Sport, os times adotaram postura bastante agressiva e acabaram empatando em 1 a 1 no Arruda.

O resultado complicou o Rubro-Negro, que pode perder a liderança do hexagonal do título caso o Salgueiro vença sua partida neste domingo, contra o Central. Já o Santa Cruz permaneceu na terceira colocação, mas também pode ser ultrapassado, pelo Náutico, se o Timbu conquistar os três pontos contra o Belo Jardim.

O início do primeiro tempo foi reflexo dos fatos que antecederam o jogo. Após o ônibus da delegação do Sport ser atingido por pedras e outros objetos no caminho para o Arruda, o primeiro Clássico das Multidões do ano contou com os ânimos exaltados dentro de campo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Com muitas faltas e pouco tempo de bola rolando, os dois times travavam uma verdadeira batalha. Aos 13 minutos do primeiro tempo Thomas, do Santa Cruz, já havia recebido cartão amarelo. Três minutos depois o volante Elicarlos sentiu a coxa direita e teve de deixar o campo para a entrada de Wellington Cézar.

Entre arremessos de copos e latas no atacante Rogério e também em direção a Everton e Felipe, o Sport conseguiu superar a pressão vindo da arquibancada para, enfim, chegar ao gol aos 40 minutos da etapa inicial. Diego Souza soltou um belo chute de fora da área para acertar o ângulo de Júlio César e estufar as redes.

Na volta do intervalo as coisas ficaram ainda mais complicadas para o Santa Cruz. Logo aos três minutos o atacante André Luís levou o segundo cartão amarelo por simular uma falta e teve de ir para o chuveiro. Com um a menos, o Tricolor pernambucano mostrou superação e aos 14 minutos da etapa complementar conseguiu o empate com Halef Pitbull, aproveitando a bola de Thomás e completando para o fundo das redes.

Tentando aproveitar a vantagem numérica, o Sport foi para cima do Santa Cruz na reta final do jogo na tentativa de assegurar a vitória e a liderança isolada do hexagonal. No entanto, o goleiro Júlio César, que posteriormente desabou em campo reclamando de cãimbras, fechou o gol para garantir ao menos um ponto para a sua equipe.

Leia também