Samuel Eto'o se envolve em briga após o jogo do Brasil

Samuel Eto'o durante o treino de Camarões. Foto: ISSOUF SANOGO/AFP via Getty Images
Samuel Eto'o durante o treino de Camarões. Foto: ISSOUF SANOGO/AFP via Getty Images

O ex-jogador de futebol e atual presidente da FECAFOOT (Federação Camaronesa de Futebol), Samuel Eto’o, se envolveu em briga após o jogo do Brasil. A cena aconteceu próximo ao Estádio 974, local em que o Brasil goleou a Coreia do Sul por 4 a 1 nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Segundo apuração do jornal espanhol La Opinion, Eto’o deixou o estádio e foi abordado por fãs para uma foto. Bastaram algumas fotografias para surgir um homem e uma interação do ex-atacante com esse sujeito. Poucos segundos depois, Eto'o deu um chute violento, que atingiu o desconhecido na parte superior do corpo e o mandou ao chão.

Leia também:

Esse golpe de Eto’o aconteceu quando esse certo alguém abaixou para pegar a sua câmera. O sujeito agredido não concedeu entrevistas sobre esse episódio. Indagado em relação a esse fato, Eto’o não atendeu a imprensa e se dirigiu para fora do local pela sua equipe. Não havia também a presença da polícia nesse local.

É desconhecido o motivo que influenciou essa discussão. Deu para perceber que algumas pessoas tentaram tranquilizar Eto’o no momento desse conflito. O dirigente da federação camaronesa não emitiu nenhuma nota até o momento sobre esse acontecimento.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

POLÊMICAS

Não é a primeira vez que o ex-futebolista participa de polêmica, ou seja, há o histórico que pesa contra Eto’o. O ídolo do Barcelona e da Internazionale já teve o seu nome vinculado em alguns escândalos e problemas legais, por exemplo: fraude fiscal na Espanha.

CARREIRA NOS GRAMADOS

Terceiro melhor jogador do mundo eleito pela FIFA no ano de 2005, Eto’o começou no seu país local na equipe do Kadji Sports Academy, terminou o seu ciclo de base no Real Madrid e ganhou status de ídolo mundial no rival Barcelona. Também viveu épocas de conquistas como a da Champions na Internazionale na temporada 2009/10 e nas Olimpíadas de Sydney, na Austrália, em 2000, com a conquista da medalha de ouro por Camarões.