Sampaoli nega ter conversado com a AFA para assumir Argentina

Jorge Sampaoli é tratado como o principal candidato a assumir a seleção da Argentina, após a demissão de Edgardo Bauza, confirmada na última segunda-feira. O treinador do Sevilla, porém, garantiu que não se reuniu com a federação de futebol do país.

“Para ter algo concreto, eu precisaria ter me reunido com a AFA. E isto, definitivamente, não aconteceu”, enfatizou o comandante, que reafirmou estar com o foco apenas no duelo de sua equipe contra o Valencia, no fim de semana.

Sampaoli também reclamou sobre o fato de seu nome ser especulado em diversas equipes, todas as semanas. Ele ainda cutucou a diretoria do Sevilla, que lançou nota oficial reclamando da situação envolvendo o técnico e a Argentina.

“Já fui colocado como técnico do Barcelona, da Holanda, do Arsenal… Se todas as vezes que citaram meu nome, o clube soltasse uma nota oficial, teriam que fazê-lo toda semana. Não me reuni com a AFA em Valencia, então o comunicado não falou verdades”, declarou.

Principal candidato a assumir a Argentina, Sampaoli está finalizando sua primeira temporada à frente do Sevilla. Ele está perto de classificar o time para a próxima Liga dos Campeões. Por outro lado, deve terminar sem títulos em seu ano inicial.

Na seleção de Lionel Messi, a missão de Jorge será classificar o time à Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Sob os comandos de Gerardo Martino e Edgardo Bauza, os hermanos tiveram resultados irregulares e, restando quatro rodadas, estão em quinto lugar, posição que leva à repescagem, contra um rival da Oceania.