Salwa Eid Naser, campeã mundial dos 400m, é suspensa provisoriamente

AFP
Salwa Eid Naser venceu a final dos 400m feminino no Mundial de 2019
Salwa Eid Naser venceu a final dos 400m feminino no Mundial de 2019

Salwa Eid Naser, atleta do Bahrein que se sagrou campeã mundial nos 400m em outubro de 2019 em Doha, no Catar, foi provisoriamente suspensa por violar suas obrigações de localização antidoping, informou a Unidade de Integridade do Atletismo (IAU) nesta sexta-feira sem dar mais detalhes.

Salwa, de 22 anos, vice-campeã mundial em 2017, fez história em Doha com a 3ª volta mais rápida de todos os tempos em torno da pista (48s 14).

A atleta de origem nigeriana, que assumiu a nacionalidade de seu pai em 2014, superou a favorita das Bahamas Shaunae Miller-Uibo (48,37) com uma velocidade não vista em 34 anos e o recorde mundial da alemã oriental Marita Koch em 1985 (47s 60).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Salwa Eid Naser viveu uma evolução impressionante desde as Olimpíadas do Rio em 2016 (eliminada nas semifinais aos 18 anos), com um ganho de quase um segundo por temporada.

Atletas de alto nível estão sujeitos a normas rigorosas de localização (endereço, estágios, treinos, competições), devendo além disso informar todos os dias uma faixa de tempo de uma hora e um local para que possam ser testados sem aviso prévio.

Três violações dessas obrigações (um exame perdido, o "não comparecimento" ou informações imprecisas) em menos de um ano são passíveis de punição de dois anos de suspensão.

Leia também