Salgado e Pássaro garantem Vasco no mercado por reforços, mas citam dificuldades além da financeira

·2 minuto de leitura


A 11ª posição na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro. Notícias tenebrosas no campo financeiro. O saldo da semana fez a diretoria do Vasco vir a público nesta sexta-feira. Numa entrevista coletiva que durou pouco mais de uma hora, a necessidade de reforços para a equipe comandada por Lisca foi ressaltada pelo presidente do clube, Jorge Salgado.

- Do ponto de vista de reforços, não é muito confortável porque encontramos muitas dificuldades. Queremos esse ou aquele jogador e não conseguimos êxito por uma série de razões. Não só salário, mas o clube às vezes não cede. Mas estamos permanentemente buscando, achamos que precisamos. Mas nossa limitação financeira é muito grande. Preciso pontuar. Seria muito mais confortável, noutra situação, ir ao mercado, mas estamos nele - garantiu o mandatário, em São Januário.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

O Vasco não passou uma rodada sequer da Segunda Divisão Nacional no G4. Diante do desempenho ruim para a folha salarial mais alta da competição, o LANCE! questionou Alexandre Pássaro sobre o que é possível, em termos práticos, ser feito.

- Eu e o Lisca passamos nome por nome (do elenco), mas é natural. Eu tenho uma impressão do jogador, ele outra, mas tem que conhecer. Ele está conhecendo, muitas vezes, durante o jogo. Recentemente ele me disse: "Agora sim, após ter conhecido esses jogadores, vamos dar olhada no mercado." Fizemos uma lista. Um foi o caso que citei (o clube de origem não quis liberar o atleta para outro que está na Série B), outro está no banco noutro campeonato, mas disse: "Se meu time ganhar, eu vou ganhar um bicho maravilhoso." revelou o dirigente, que emendou:

- Ontem (quinta-feira), eu falei com o Lisca e com o auxiliar dele. Ele disse: "Estou focado no jogo. Falamos depois." Mas entendemos que não vai haver salvador da pátria. Temos que melhorar, continuar trabalhando... se trouxermos, por exemplo, três jogadores, são 10% do grupo. Temos que melhorar os outros 90%. A performance técnica e física, o que estiver faltando - analisou Pássaro.

Além das histórias reveladas acima, o Vasco também negociou com o zagueiro Walber, do Cuiabá, conforme o site Esporte News Mundo revelou primeiramente. O defensor também não foi liberado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos