Com salários atrasados, funcionários do Santa Cruz entram em greve

Gazeta Press

O tradicional Santa Cruz Futebol Clube, rebaixado à Série B na última edição do Campeonato Brasileiro, vive situação delicada. Na manhã desta quinta-feira, os funcionários do time pernambucano, com os salários atrasados, decidiram entrar em greve novamente.

Há funcionários do Santa Cruz há sete meses sem receber salários e atletas que defenderam o time de Recife em 2016 também estão com seus vencimentos atrasados. Alírio Moraes, presidente do clube tricolor, espera resolver a situação a partir da próxima semana.

Com uma campanha de oito vitórias, sete empates e 23 derrotas, o Santa Cruz encerrou o Campeonato Brasileiro com 31 pontos, superando apenas o América-MG. O experiente atacante Grafite, vice-artilheiro do torneio nacional, está de saída do clube.

Na última quarta-feira, o Santa Cruz anunciou a contratação do técnico Vinícius Eutrópio para a temporada de 2017 – ele chega acompanhado pelo preparador físico Márcio Faria. Para completar, Vítor Tavares Pessoa de Melo e Roberto Freire passam a integrar a diretoria de futebol.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também