Saiba quem são os cinco maiores medalhistas olímpicos de todos os tempos

Redação Esportes
Close up of winning 2012 . Athlete wearing their gold 1st place medal around their neck.
Conquistar medalhas olímpicas é uma grande honra aos competidores (Getty Images)

O critério do COI (Comitê Olímpico Internacional) para estabelecer um ranking entre medalhistas olímpicos na história é o mesmo usado na montagem do quadro de medalhas: a quantidade de ouros. No Top 5 a seguir, no entanto, vamos na outra direção, levando em conta o número de medalhas conquistas.

Leia também:

Michael Phelps tem 28 medalhas, das quais 23 de ouro

TOPSHOT - USA's Michael Phelps poses with his gold medal during the podium ceremony of the Men's swimming 4 x 100m Medley Relay Final at the Rio 2016 Olympic Games at the Olympic Aquatics Stadium in Rio de Janeiro on August 13, 2016.   Michael Phelps brought down the curtain on his glittering Olympic career when he helped the USA win 4x100m medley relay gold at the Rio Games on Saturday, taking his personal tally to 23. / AFP / GABRIEL BOUYS        (Photo credit should read GABRIEL BOUYS/AFP/Getty Images)
Enfrentar Phelps na piscina é um desafio e tanto (Foto por: GABRIEL BOUYS/AFP/Getty Images)

O lendário nadador norte-americano lidera com folga tanto no critério de medalhas de ouro (23) quanto no total (28, com 3 pratas e 2 bronzes). Ele participou de quatro edições dos Jogos Olímpicos, de Atenas 2004 ao Rio 2016. Em Pequim 2008 ele foi ao alto do pódio nada menos que 8 vezes, recorde absoluto de ouros olímpicos em uma mesma edição.

Larissa Latynina tem 18 pódios olímpicos

TOKYO, JAPAN - OCTOBER 23:  Czech gymnast Vera Caslavska, winner of the gold medal in the individual beam competition, smiles as she is flanked by silver medalist Tamara Manina (L) and bronze medalist Latissa Latynina, both from the Soviet Union, 23 October 1964 at the Olympic Games in Tokyo.  (Photo credit should read STF/AFP/Getty Images)
Latissa Latynina (à direita) conquistou várias medalhas (Foto por: STF/AFP/Getty Images)

A ginasta soviética abre a lista dos atletas com 9 ouros olímpicos na carreira. Competidora de três edições dos Jogos (Melbourne 1956, Roma 1960 e Tóquio 1964), ela também ganhou 5 pratas e 4 bronzes, totalizando 18 pódios olímpicos. O finlandês Paavo Nurmi e o norte-americano Carl Lewis (Atletismo) e o nadador Mark Spitz (EUA), também têm 9 ouros.

Nikolay Andrianov tem 15 medalhas no total

Gymnastics EC 1975 in Berne: Nikolai Andrianov   (Photo by RDB/ullstein bild via Getty Images)
Os soviéticos faziam sucesso na ginástica artística (Foto por: RDB/ullstein bild via Getty Images)

Um dos esportes que fez da União Soviética uma potência olímpica foi a Ginástica Artística. Andrianov conquistou 7 ouros - menos que atletas como o corredor jamaicano Usain Bolt, que ganhou 8. Mas com suas 5 pratas e 3 bronzes em 3 participações (Munique 1972, Montreal 1976 e Moscou 1980) ele totaliza 15 pódios, terceiro lugar na contagem geral.

Boris Shakhlin fez história com 13 medalhas

(Eingeschränkte Rechte für bestimmte redaktionelle Kunden in Deutschland. Limited rights for specific editorial clients in Germany.) *27.01.1932-Sportler, Kunstturnen UdSSR (Ukraine)Europameisterschaft in Frankfurt a.M.:- der vierfache Europameister am Seitpferd- April 1955 (Photo by ullstein bild/ullstein bild via Getty Images)
A ginástica artística exige muita disciplina dos esportistas (Photo by ullstein bild/ullstein bild via Getty Images)

Mais ginástica e mais União Soviética na lista. Shakhlin participou das mesmas edições olímpicas que sua conterrânea Larissa Latynina e conquistou 7 ouros como Nikolai Andrianov. Mas ganhou “apenas” 4 pratas e 2 bronzes, totalizando 13 medalhas e ficando de fora do pódio histórico.

Edoardo Mangiarotti ganhou medalhas em 1936 e 1960

Fencing match between France and Italy. (L) Christian d'Oriola and Edoardo Mangiarotti.   (Photo by Universal/Corbis/VCG via Getty Images)
À direta, Edoardo Mangiarotti em uma disputa de esgrima (Foto por: Universal/Corbis/VCG via Getty Images)

No critério oficial de medalhas - o número de ouros - o esgrimista italiano sequer entra na lista do 15 maiores. Mas com seus 6 ouros, 5 pratas e 2 bronzes, soma 13 pódios olímpicos em 5 participações: a primeira em Berlim 1936 e a última em Roma 1960, incríveis 24 anos depois.