Saiba como a volta do atacante Ángel Romero ganhou força no Corinthians


O Corinthians trabalha para acertar o seu primeiro reforço para a próxima temporada. E trata-se de um velho conhecido: o paraguaio Ángel Romero, que defendeu o clube entre 2014 e 2019.

+ Yuri Alberto salva o Corinthians em noite desastrosa da defesa

Após as lesões dos atacantes Adson e Gustavo Mosquito, o Timão passou a intensificar as buscas no mercado por um atleta de beirada. E nas últimas semanas o retorno de Romero ganhou força, após conversas entre o estafe do jogador e a direção corintiana. Desde então, as tratativas estão bastante avançadas e o negócio tem tudo para ser firmado antes da virada do ano.

Ángel Romero tem contrato com o Cruz Azul, do México, até o fim deste ano. Existia a expectativa de renovação por mais uma temporada, mas não houve acordo de renovação com os mexicanos. Foi quando os representantes do atacante procuraram o Corinthians para negociar.

Ángel Romero no Cruz Azul
Ángel Romero no Cruz Azul

Romero passou duas temporadas vestindo a camisa do Cruz Azul, do México (Divulgação/Cruz Azul)

O principal ponto para a rápida evolução das tratativas foi a pedida salarial de Romero, considerada baixa pela direção corintiana. Recentemente o clube aumentou o teto da folha do elenco, com isso, o valor do paraguaio está bem abaixo das grandes estrelas. Isso faz com que ele seja visto como um atleta com um bom custo-benefício, pois não será caro e vai compor o elenco. Outro ponto que agrada o Timão é a obediência tática que o jogador possui, importante para trabalhar com um técnico como Vítor Pereira ou, caso o português não fique no clube alvinegro no ano que vem, algum treinador que possua as mesmas características.

+ Confira a tabela da Copa do Mundo e simule os jogos do Mundial

Neste momento, o que esbarra para um avanço na negociação são detalhes contratuais, entre eles uma dívida que o Corinthians possui com o agente de Romero, Régis Marques, referente à atrasos no pagamento de direitos de imagem do próprio jogador. Em fevereiro deste ano, o Timão foi condenado pela 42ª Vara Cível de São Paulo a pagar cerca de R$ 1 milhão para o empresário. O clube alvinegro reconhece a dívida, mas contesta valores de juros e multas. Essa pendência pode ser acertada no acordo para a volta de Ángel Romero, com as quantias em questão sendo amortizadas em contrato ou até mesmo nas luvas.

A contratação de Romero não deve ser a única do Corinthians para os lados do campo. O clube mapeia o mercado e tem interesse em contratar pelo menos mais um atleta para o setor. Outro centroavante também deve ser buscado no mercado, sendo Pedro Raul, do Goiás, a prioridade.