Saiba como treino na piscina ajuda Neymar a se recuperar e próximos passos para volta

Neymar durante treino na pisicina do hotel da Seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Neymar durante treino na pisicina do hotel da Seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O futebol é terreno fértil para a aplicação de vários conceitos científicos, e entre essas ciências está a física. Em recuperação para voltar a jogar na Copa do Mundo, Neymar recorreu a uma forma de tratamento que pode parecer que estava no horário de lazer, mas tem grande importância para seu retorno à seleção brasileira. O camisa 10 usou a piscina do hotel do Brasil em Doha para dar mais um passo em direção aos jogos. Depois de cinco dias de tratamento na fisioterapia, o atacante iniciou um trabalho na piscina nesta quarta-feira, sob os olhares do preparador físico Ricardo Rosa.

E é dentro da água que Neymar nada de braçada em direção à sua volta, após torcer o tornozelo direito e sofrer uma lesão ligamentar. Na piscina, o atleta consegue realizar uma série de estímulos sem impacto. O objetivo é justamente não deixá-lo tanto tempo parado, sem atividades, por conta do local da lesão. Ainda assim, na avaliação da comissão técnica, não houve perda de preparo físico relevante desde que sofreu a entrada do zagueiro da Sérvia, na quinta-feira, uma semana atrás.

Leia também:

Como não pode fazer movimentos bruscos nem colocar carga sobre o pé direito ainda, o jogador realiza o treino contando com o chamado empuxo, conceito da física que de forma genérica "tira" o peso do corpo e permite que o atleta coloque o pé no chão e faça outros movimentos sem sentir dores. Nas imagens divulgadas pela CBF, Neymar usa espuma para pedalar dentro da ágrua, corre levemente, e também bate pernas com o auxílio de uma prancha, como se estivesse em uma aula de natação.

Além disso, os estímulos também ajudam principalmente na mobilidade da região lesionada. Com menos impacto, Neymar consegue girar o pé, chutar a água e correr. O resultado é um gasto calórico mínimo, como qualquer exercício aeróbico. Sem contar com o resultado lúdico da atividade, que faz com que o jogador tenha a noção de que está evoluindo e crie um maior otimismo para chegar à próxima etapa.

A etapa seguinte consiste em fazer estímulos de força e mobilidade, com uma carga um pouco maior do que na piscina, fora dela, na academia, por exemplo. Em seguida, o atacante é liberado para treinar no campo, como Danilo fez nesta quarta-feira. Se tudo der certo, Neymar terá cumprido cada passo e poderá retornar ao time nas oitavas de final, segunda ou terça-feira da próxima semana.

"Zerado"

Neymar está confiante de que retornará bem à seleção brasileira nesta Copa do Mundo. Em conversa com integrantes da comissão técnica da seleção, chegou a dizer que estava "zerado" depois de se recuperar de uma febre e poder dar andamento ao tratamento. Se mantiver a evolução, Neymar possui chances enormes de retornar à equipe brasileira nas oitavas de final da Copa do Mundo. Se o Brasil passar em primeiro do Grupo G, ele jogará na fase seguinte na próxima segunda-feira, dia 5.