Safety car da F1 2021 deve ser 'dividido' entre Mercedes e Aston Martin; entenda

Jonathan Noble
·1 minuto de leitura

.

A Mercedes fornece exclusivamente o safety car oficial da F1 desde 1996, começando com um Mercedes-AMG C36 e atualmente usando um Mercedes-AMG GT R.

<span class="copyright">Mark Sutton / Motorsport Images</span>
Mark Sutton / Motorsport Images

Mark Sutton / Motorsport Images

Mercedes e Aston Martin têm se tornado cada vez mais próximas nos últimos 12 meses, com acordos de acionistas e cooperação técnica mais estreita.

Foi anunciado recentemente que a Mercedes aumentará sua participação na Aston Martin para 20%, ao mesmo tempo que dará acesso a uma gama de suas tecnologias - incluindo motorização e arquitetura eletroeletrônica.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, também tem uma participação acionária privada na Aston Martin e é amigo íntimo do proprietário da montadora, Lawrence Stroll.

No próximo ano, a Aston Martin está retornando à F1 com sua própria equipe, assumindo os direitos da Racing Point.

O atual safety car da Mercedes é o mais rápido da história, tendo sido atualizado na temporada de 2018.

Seu motor V8 biturbo tem 585 cavalos e pode atingir uma velocidade máxima de 316 km/h. O safety car é dirigido por Bernd Maylander.

O carro médico da Mercedes é um AMG C 63 S Estate, que é dirigido por Alan van der Merwe.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Esnobado por Senna, Massa usou episódio para 'dar lição' em Schumacher; assista

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.