SAF nos clubes paulistas? Entenda o momento de cada um

·1 min de leitura
Presidente Duílio Monteiro Alves revelou à XP que SAF não passaria no Corinthians (Rodrigo Coca/Corinthians) (Rodrigo Coca/Corinthians)

Cruzeiro, Botafogo, Vasco, Bahia, Coritiba... Aos poucos, cada vez mais clubes têm aderido à SAF (Sociedade Anônima do Futebol). Mas o tema praticamente não é debatido entre os times grandes de São Paulo e o Blog explica a situação de cada um.

No Palmeiras, a SAF está completamente descartada por opção da presidente Leila Pereira. A empresária entende que o Verdão não precisa se tornar um clube-empresa para ser competitivo e brigar por títulos.

Já o Corinthians foi o mais desejado pelos grupos de investimento internacional com quem a XP conversou, enquanto buscava parceiros para Botafogo e Cruzeiro. A revelação foi feita por Pedro Mesquita, diretor da XP encarregado de negociar.

"Entrei em contato com o Duílio e falei que tem muita gente de olho numa eventual SAF do Corinthians, mas o Duílio disse que não há chance de esse assunto avançar no Conselho Deliberativo do Corinthians", explica Mesquita.

O São Paulo já foi alvo de algumas especulações nesse sentido. Mas, assim como o Corinthians, tal tema é tratado como tabu dentro do Conselho Deliberativo. Recentemente, o Tricolor criou uma comissão para debater prós e contras da separação entre futebol e social.

Só que a comissão tem prazo de um ano para apresentar suas observações, demonstrando a falta de pressa do Tricolor em relação ao assunto.

 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos