Sada Cruzeiro vence clássico e assume a liderança da Superliga

Web Vôlei
LANCE!
Filipe na disputa na rede (Agênciai7/Divulgação)
Filipe na disputa na rede (Agênciai7/Divulgação)


A Superliga Masculina de vôlei tem novo líder. Em partida adiada, válida pela sexta rodada do turno e disputada de forma isolada neste domingo, o Sada/Cruzeiro derrotou o Fiat/Minas por 3 sets a 1 - parciais de 25-22, 16-25, 25-20, 25-20 -, no Ginásio do Riacho, em Contagem (MG), na primeira partida do ano de 2020.

Com o resultado, a equipe celeste assumiu a liderança isolada da competição, agora com 27 pontos (9 vitórias e 1 derrota), dois a mais que o vice-líder EMS/Taubaté/Funvic, que tem 8 vitórias em 10 partidas. O Minas permanece na sétima colocação, com 12 pontos (4 vitórias e 6 derrotas).

Na próxima quarta-feira, seis jogos encerram o turno do campeonato. Os minastenistas recebem o América Vôlei, às 19h30, na Arena do Minas, em Belo Horizonte (MG), e o Cruzeiro enfrenta o lanterna Ponta Grossa, às 20h, novamente em Contagem. Os dois jogos terão transmissão pelo pay-per-view do Canal Vôlei Brasil.

O Sada/Cruzeiro entrou em quadra desfalcado do ponteiro canadense Gordon Perrin, que está com a seleção do seu país disputando o Pré-Olímpico. Pelo lado do Minas, o desfalque foi o central Deivid, lesionado. Filipe foi a opção de Marcelo Mendes no time celeste, e Matheus Alejandro começou jogando pelo lado da equipe minastenista.

O troféu VivaVôlei ficou com o ponteiro Hugo, do Sada/Cruzeiro, que entrou no primeiro set no lugar do argentino Facundo Conte e, nos sets seguintes, substituiu Filipe. Ele foi contratado em novembro do ano passado, depois de deixar o Botafogo, que desistiu de disputar a Superliga por problemas financeiros.

- É um clássico. Estamos voltando de um recesso e é sempre muito complicado. A gente treina para entrar bem sempre que preciso. Sentimos um pouquinho a falta de ritmo por conta da parada do fim do ano, mas temos de jogar bem mesmo assim - disse Hugo.

Para o oposto Roque, do Minas, faltou foco ao Minas no terceiro set, após ter vencido o segundo.

- Fomos inconsistentes hoje, erramos muito saque, mas até que conseguimos estar à frente no placar e equilibrar o jogo em alguns momentos. Depois de vencer o segundo set faltou entrar mais focado. Tomamos muitos pontos de saque. Precisamos entrar mais consistentes em todos os fundamentos - disse o jogador de 2,12m e 22 anos.















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também