Sabella, ex-técnico da seleção argentina, é hospitalizado

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O então técnico da seleção argentina, Alejandro Sabella, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, em 12 de julho de 2014

Alejandro Sabella, técnico da seleção argentina vice-campeã mundial no Brasil-2014, foi internado em uma clínica em Buenos Aires - informou a imprensa local nesta quinta-feira (26).

Sabella, de 66 anos, sofreu em 2015 um quadro de hipertensão e síndrome coronariana aguda e foi submetido a uma angioplastia. No ano seguinte, foi internado, mas as causas não oficialmente informadas.

Segundo o jornal esportivo "Olé", desta vez, Sabella teve um colapso em sua casa, em La Plata (60 km ao sul), na noite de quarta-feira, mesmo dia do falecimento do ídolo Diego Maradona.

Espera-se um boletim médico oficial do Instituto Cardiovascular de Buenos Aires com detalhes sobre seu estado de saúde.

"Pachorra", como é chamado, dirigiu a equipe que teve o craque Lionel Messi como capitão e que chegou à final da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Perdeu para a Alemanha (1-0) no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Como jogador, passou pelos times argentinos River, Estudiantes e Ferrocarril Oeste, assim como pelo Grêmio, no Brasil (1985-1986).

Seguiu sua carreira na direção técnica e, como tal, levou o Estudiantes a ser campeão da Copa Libertadores da América-2009 e do Apertura Argentino-2010.

De lá, foi para a seleção albiceleste em 2001 e, depois do vice-campeonato mundial em 2014, afastou-se dos campos e não voltou a treinar.

ls/sa/cl/tt