Súmula de Avaí x Vitória relata invasão de dirigente ao vestiário da arbitragem na Ressacada

·1 min de leitura


Além da frustração com o resultado de empate em 1 a 1 entre Avaí e Vitória na última sexta-feira (5) pela Série B do Campeonato Brasileiro, o time de Santa Catarina pode ter problemas com possíveis punições diante do que foi relatado em súmula pelo árbitro da partida, Felipe Fernandes de Lima.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Segundo o documento que está disponível no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o executivo de futebol do Leão, Felipe Ximenes, não apenas invadiu o campo para reclamar da atuação da arbitragem como também a cabine onde ficam as instalações do Árbitro de Vídeo e o vestiário da arbitragem.

Além do executivo, quem também teria praticado a invasão as dependências reservadas a equipe de arbitragem do jogo foi o Supervisor de Futebol, Vinicius Peixoto, estando ambos acompanhados de seguranças particulares do Avaí.

O lance que incitou as reclamações mais veementes do time Azzurra ocorreu na jogada envolvendo Hitalo e Iury com a alegação dos avaianos que houve falta na origem do gol do Vitória. Gol esse que sacramentou a igualdade em Florianópolis já aos 45 minutos do segundo tempo.

Confira os trechos que relatam os atos praticados pelo executivo do Avaí

- Informo que, ao término da partida, o sr. Felipe Ximenes, executivo de futebol do Avaí, invadiu o campo de jogo, indo em direção da equipe arbitragem, contestando a não marcação de uma falta (infração) a favor de sua equipe com os seguintes dizeres: “Vocês prejudicaram o nosso trabalho, foi falta no nosso defensor, vocês irão ver depois. Vocês prejudicaram nosso trabalho”. Após a fala, o mesmo deixou o campo.

- Fui informado pelo árbitro de vídeo (VAR), sr. Igor Junio Benevenuto, que esse mesmo sr., Felipe Ximenes, se dirigiu a cabine do VAR, onde invadiu a sala, fazendo os seguintes questionamentos: “Eu tenho aqui no meu tablet uma imagem que mostra que foi falta, vocês deveriam ter chamado o árbitro, vocês prejudicaram nosso trabalho, olha aqui no meu tablet.” Após o ocorrido, o mesmo deixou a sala".

- Relato que este mesmo executivo, sr. Felipe Ximenes, acompanhado do supervisor de futebol desta mesma equipe, identificado como sr. Vinicius Peixoto de Almeida, invadiram o vestiário destinado a equipe de arbitragem, mesmo havendo alguns seguranças particulares (privado) na porta de entrada, vindo em minha direção, segurando em suas mãos um tablet com imagens do jogo e proferindo os seguintes dizeres: “Olha aqui, vocês atrapalharam nosso trabalho, olha aqui se não foi falta. Admite seu erro, você errou e nos atrapalhou.” Solicitei que estes se retirassem do recinto (vestiário da arbitragem), sendo atendido pelos mesmos. Não havendo maiores problemas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos