Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, vai ser candidato a deputado federal nas eleições de 2022

·1 min de leitura
O presidente da Raposa quer se tornar político por Minas Gerais-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)


O futebol é sempre uma plataforma para se alcançar o grande público de forma rápida. E, quando se tem ambições políticas, melhor meio não há. E o esporte bretão vai ter mais um dirigente de clube com anseios na política nacional.

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, vai concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados nas Eleições de 2022. O dirigente da Raposa se filiou ao Podemos para tentar um mandato em Brasília a partir de 2023. Ele tem mandato como presidente do clube celeste até o final de 2023.

Sérgio assumiu o clube mineiro em 2020 e teve muitos percalços como presidente do Cruzeiro, com muitas críticas por seus atos administrativos, principalmente em relação ao futebol.

No fim de 2021, conseguiu formatar a SAF (Sociedade Anônima do Futebol) para ser vendida ao ex-jogador e empresário Ronaldo Fenômeno. O negócio sofreu críticas, pelos termos do acordo, porém, foi confirmado, e deve ser usado pelo presidente como plataforma de sua campanha eleitoral.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos