Sérgio Coelho manda mensagem ao conselho do Galo para justificar a contratação de Cuca

Valinor Conteúdo
·1 minuto de leitura


O presidente do Atlético-MG, Sérgio Coelho, se dirigiu ao Conselho do clube para falar sobre a contratação do técnico Cuca, anunciado nesta sexta-feira, 5 de março. O clube já havia se manifestado em seu site acerca da polêmica do caso de violência sexual, ocorrido há 34 anos, que gerou rejeição de parte do torcedor.

-Sobre os antigos episódios envolvendo o nome do treinador (e que vieram à tona recentemente), o Clube entende que o assunto está superado, em face das últimas declarações dadas por ele.

O Clube Atlético Mineiro afirma confiar no treinador, em suas palavras e, principalmente, em sua conduta: sempre proba e séria, inclusive durante o período em que treinou o nosso time.

O Clube afirma, ainda, ter absoluto respeito pelas mulheres, defende a bandeira da igualdade e repudia qualquer ato de violência ou discriminação, contra quem quer que seja-postou o time mineiro.

Sérgio Coelho explicou aos conselheiros que a escolha de Cuca foi resultado de muita reflexão e que recebeu apoio para trazê-lo de volta, apesar da rejeição causada pelo caso de 1987, na Suíça.

Caros conselheiros e conselheiras, boa tarde!
Depois de muita reflexão, e conforme foi divulgado há pouco, anunciamos hoje a chegada no nosso novo técnico, o Cuca.

Quero agradecer a todos que me ajudaram nessa decisão e, principalmente, ao apoio que tenho recebido.

Estou muito confiante de que fizemos a melhor escolha para o Clube. Mas o tempo, claro, será senhor da razão.
Forte abraço, contem comigo

Sérgio Coelho

Presidente do CAM

Cuca volta ao clube mineiro após sete anos e acertou contrato com o time alvinegro até 2023, com possibilidade de mais um ano de renovação.