São Paulo volta ao trabalho com CT adaptado e só um fora por COVID

Fellipe Lucena
LANCE!


Após mais de cem dias de paralisação, o elenco do São Paulo voltará a trabalhar no CT da Barra Funda nesta terça-feira. Apenas um jogador desfalcará a atividade por estar infectado com a COVID-19 - o clube preferiu não divulgar o nome do atleta, que está assintomático e será monitorado pelos médicos. O mesmo vale para um funcionário que testou positivo.

De terça a sábado, os atletas irão ao CT divididos em dois grupos, um às 9h e outro às 10h30, para testes clínicos, físicos e fisiológicos. Neste primeiro momento, todas as atividades serão individualizadas. Os trabalhos em grupo estarão liberados pelo Governo de São Paulo somente a partir do dia 1º.

O centro de treinamentos foi desinfectado e recebeu uma série de adaptações para o retorno dos atletas durante a pandemia. Foram montadas tendas ao ar livre para que as atividades sejam feitas. Em algumas, estão dispostos aparelhos para exercícios individuais com boa distância entre eles.

O clube também montou um controle de fluxograma, que significa sinalizar os locais por onde os atletas devem transitar ao chegarem, ao irem para a atividade e ao saírem.

Nesta primeira etapa da retomada, todos os funcionários presentes no CT usarão equipamentos de proteção como máscaras, luvas e aventais, de acordo com suas funções - o corpo de trabalho do departamento de futebol atuará reduzido para diminuir a frequência de pessoas no local.

Além disso, para evitar aglomerações e garantir que as atividades sejam retomadas de forma segura e respeitando o distanciamento entre os profissionais, os departamentos de futebol e médico criaram procedimentos preventivos: as áreas de convivência, o refeitório e o vestiário foram fechados – os atletas já chegarão ao CT uniformizados.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também