São Paulo volta ao Castelão para enfrentar o Ceará após polêmica e possível anulação do jogo; relembre

·2 minuto de leitura


O São Paulo volta ao Castelão para enfrentar o Ceará, neste domingo, às 20h30, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O último duelo das equipes no estádio foi marcado por uma grande polêmica da arbitragem.

Jogadores voltando de lesão no São Paulo! Qual desfalque faz mais falta ao Tricolor? Vote na enquete!

Pelo primeiro turno do Brasileirão de 2020, as equipes ficaram no empate por 1 a 1 em 26 de novembro. O lance polêmico aconteceu aos doze minutos do segundo tempo, quando Pablo, em posição de impedimento, aproveitou chute desviado na zaga do Ceará e marcou. A arbitragem deu impedimento, mas após contato com o VAR, confirmou o gol e deixou o Ceará dar o reinício do jogo. O problema é que depois o juiz voltou atrás e marcou novamente a posição irregular. Isso pode caracterizar o erro de direito, quando o árbitro erra na aplicação de uma regra e muda uma marcação de campo após permitir o reinício do jogo.

SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS DO SÃO PAULO NO BRASILEIRÃO

A CBF admitiu em nota oficial publicada em seu site no dia seguinte ao jogo, que houve um erro de comunicação entre o VAR e o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães no gol anulado do São Paulo no empate por 1 a 1 contra o Ceará, no Castelão.

De acordo com a CBF, 'uma comunicação paralela, mantida entre o árbitro central e o quarto árbitro, a respeito da aplicação de um cartão amarelo para um jogador do Ceará, prejudicou a comunicação que vinha sendo mantida entre o árbitro de campo e o VAR. E fez com que o árbitro central não ouvisse a solicitação da cabine do VAR e autorizasse o reinício da partida'.

Na época, o LANCE! chegou a ouvir especialistas em direito esportivo sobre a possibilidade da anulação. O São Paulo até pensou em pedir anulação da partida, mas não deu procedimento ao pedido. Em nota divulgada em seu site, o clube afirmou que sabe que houve impedimento no lance e que a decisão correta seria a anulação do gol, “mas alerta que isso não implica na inexistência do indiscutível erro de direito que veio a seguir”.

O Tricolor ainda disse que não entraria com o pedido de anulação “apesar de ter a segurança que o pleito seria aceito uma vez que houve evidente erro de direito e descumprimento de regra básica do jogo”. O clube ainda escreve que não quer “se beneficiar do que teria sido um erro. Nos orgulhamos de nossa história incontestável e sem asteriscos, e assim a manteremos”.

Sete meses depois, os times voltam a se enfrentar, desta vez pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo é o 17º colocado, com três pontos, enquanto o Ceará está na 12ª posição, com oito.

São Paulo - VAR
São Paulo - VAR

Gol de Pablo causou polêmica (Foto: Reprodução)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos