São Paulo vence o Goiás de virada e cola nos líderes do Brasileiro

LUCIANO TRINDADE
·4 minuto de leitura
SÃO PAULO, SP, 07.11.2020 - SÃO PAULO-GOIÁS ? Igor Gomes do São Paulo comemora seu gol durante partida contra o Goiás, jogo válido pela vigésima rodada do Campeonato Brasileiro 2020, disputada no estádio do Morumbi em São Paulo, neste sabado, 07. (Foto: Levi Bianco/Brazil Photo Press/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 07.11.2020 - SÃO PAULO-GOIÁS ? Igor Gomes do São Paulo comemora seu gol durante partida contra o Goiás, jogo válido pela vigésima rodada do Campeonato Brasileiro 2020, disputada no estádio do Morumbi em São Paulo, neste sabado, 07. (Foto: Levi Bianco/Brazil Photo Press/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com um gol duvidoso de Brenner, o São Paulo venceu o Goiás neste sábado (7), de virada, por 2 a 1, no Morumbi. Este resultado aproximou o time tricolor das primeiras posições do Campeonato Brasileiro.

Agora, a equipe de Fernando Diniz soma 33 pontos, dois a menos do que Internacional e Flamengo, líder e vice-líder, respectivamente, cada um com 35. Ambos ainda jogam nesta rodada, mas o São Paulo também tem duas partidas a menos em relação aos líderes.

Em jogo com poucas emoções, o time são-paulino saiu atrás no placar, com Fernandão balançando a rede para o Goiás. Brenner deixou tudo igual de cabeça, num lance em que não foi possível concluir se a bola cruzou ou não totalmente a linha do gol. Igor Vinicius, já no segundo tempo, decretou a virada.

Os donos da casa pressionavam o adversário quando foram surpreendidos aos 18 minutos pelo atacante Fernandão. Ele disputou uma bola com na intermediária, tabelou com Vinícius e apareceu na grande área livre para abrir o placar, com um chute rasteiro.

Houve reclamação de uma suposta falta do atacante no zagueiro Diego Costa no início da jogada, mas o VAR (árbitro de vídeo) não considerou o lance irregular e o gol foi validado.

A vantagem dos visitantes não retratava o que as duas equipes apresentavam até então. O time tricolor pressionava o adversário desde o início e teve boas chances nos pés de Igor Gomes e Luciano, defendidas por Tadeu.

Minutos após o gol do Goiás, porém, o goleiro não conseguiu evitar que uma bola cabeceada por Brenner cruzasse a linha de sua meta. Ele até tentou espalmar, mas o auxiliar apontou o gol, aos 25 min. No momento do lance, porém, o bandeirinha, na altura da linha da pequena área, não estava bem posicionado para ver o lance

Novamente o VAR entrou em ação, porém nenhuma das câmeras disponíveis mostrava com clareza se a bola havia ou não entrado. Assim, permaneceu a indicação de campo.

Na volta para a segunda etapa, a partida foi ainda mais morna, com poucas chances para dos dois lados. Brenner teve mais duas oportunidades de marcar, porém parou em defesas de Tadeu, enquanto o Goiás quase não obrigou Tiago Volpi a trabalhar.

Quando o resultado da primeira etapa parecida que seria mantido, Igor Vinicius fez o segundo dos donos da casa, com um chute de fora da área, e definiu o placar, aos 33 min.

Válido pela 20ª rodada, na abertura do segundo turno, o jogo foi primeiro entre as equipes neste Nacional. Na estreia da competição, o duelo que seria disputado em Goiânia foi adiado minutos antes de a bola rolar devido a um surto de Covid-19 no elenco esmeraldino.

Este confronto foi remarcado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para ser disputado no dia 3 de dezembro. Além dele, o São Paulo ainda tem dois jogos atrasados, contra Ceará, fora de casa, e Botafogo, no Morumbi.

Caso vença pelo menos um destes duelos, o time de Diniz chegará aos 36 pontos e ganharia o simbólico título do primeiro turno, logo à frente de Internacional e Flamengo, que encerraram a primeira metade do campeonato empatados com 35 pontos cada.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira (11), quando vai encarar o Flamengo no jogo de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil, às 21h30, no Maracanã. O Goiás, por sua vez, vai enfrentar o Athletico no próximo sábado (14), pelo Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 x 1 GOIÁS

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Cartões amarelos: Luan e Gabriel Sara (SAO); Breno (GOI)

Cartão vermelho:Breno (GOI)

Gols: Brenner (SAO), aos 25 minutos do primeiro tempo, Fernandão (GOI), aos 18 minutos do primeiro tempo, e Igor Gomes (SAO), aos 33 minutos do segundo tempo.

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinicius), Diego Costa (Pablo), Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara (Arboleda) e Igor Gomes; Vitor Bueno (Hernanes), Luciano e Brenner (Rodrigo Nestor). Técnico: Fernando Diniz.

GOIÁS

Tadeu; Pintado, David Duarte, Chico (Heron) e Cajú; Ariel, Breno e Gilberto (Sandro); Douglas Baggio (Victor Andrade), Vinicius e Fernandão (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.