São Paulo terá comitê de estudo para separar o futebol do social; entenda

·1 min de leitura


O São Paulo fará uma reunião importante do Conselho Deliberativo no próximo dia 18 de novembro. Dois assuntos serão tratados: uma reforma estatutária, que poderá legitimar uma reeleição presidencial, além da separação do futebol com o clube social do Tricolor, algo pedido pela torcida nas últimas semanas.

Esse estudo da separação social e futebol será feito por um comitê designado pelo São Paulo, que possui como integrantes Juliano Di Pietro, advogado tributarista e os conselheiros Adilson Alves Martins, José Alberto dos Santos e Vinicius Medeiros Leite.

Após esse estudo ser feito, ele será encaminhado no Conselho de Administração. Depois, passará ainda pelo Conselho Consultivo e o Conselho Deliberativo. A última etapa, se aprovado, consiste em uma Assembleia Geral com os associados do São Paulo.

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

O outro processo tratará de uma possível reeleição presidencial no Tricolor, algo proibido no atual Estatuto do São Paulo. Atualmente, o presidente tem um mandato único de três anos. O mandato dos conselheiros também poderá mudar, passando de três para seis anos.

A proposta precisa de 131 votos do Conselho Deliberativo para ser aprovada, ou seja, metade do colegiado. Se conseguir a quantidade de votos, ela passará ao presidente do Conselho, Olten Ayres, que tem um mês para convocar uma Assembleia para definir a questão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos