Rodízio na equipe pode ser trunfo do São Paulo contra o Fortaleza

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
São Paulo enfrentará o Fortaleza na Arena Castelão e busca driblar má fase fora de casa (MARTIN BERNETTI / AFP)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O São Paulo atuou com uma equipe alternativa no empate com o Everton por 0 a 0, nesta quinta-feira, em partida válida pela Copa Sul-Americana. A intenção do técnico Rogério Ceni é evitar o desgaste físico da equipe, que jogou no Chile e já tem seu próximo compromisso no domingo, contra o Fortaleza, também fora de casa, pelo Brasileirão.

GALERIA
> ATUAÇÕES: Jandrei é um dos raros destaques e salva São Paulo de derrota

TABELA
> Veja tabela da Copa Sul-Americana e simule as próximas partidas

Muitos dos titulares de Ceni, como Calleri, artilheiro da temporada, e o experiente Rafinha, ficaram no Brasil treinando no CT e com o foco na confronto que acontecerá na Arena Castelão.

O duelo contra o Everton foi realizado no Chile, na cidade de Viña del Mar. Agora, o Tricolor viajará até o Ceará, na capital do estado. Um dos principais focos da equipe paulista é aproveitar o elenco titular descansado e frear a má sequência de resultados da equipe fora de casa.

Dos últimos cinco confrontos longe do Morumbi, o São Paulo venceu somente um, diante do Jorge Wilstermann, por 3 a 1, também válido pela competição continental. De resto, foram três empates, com Red Bull Bragantino, Juventude e Everton-CHI, e uma derrota para o Flamengo, por 3 a 1, no Maracanã.

Na coletiva de imprensa após a partida desta quinta-feira (5), Rogério Ceni disse que optou por uma equipe alternativa e um banco composto completamente por atletas da base visando preservar a integridade física do elenco nas viagens.

- Deixamos alguns jogadores no Brasil, dez dos 12 que poderiam começar contra o Fortaleza no Brasileiro. Segundo a pontuação que nós temos, estudamos a possibilidade de sofrer um pouco aqui. Hoje tínhamos uma equipe um pouco diferente da que jogamos no Campeonato Brasileiro, não é possível jogar na quinta-feira à noite, com todo tempo de imigração e voltar com a mesma equipe para uma das últimas capitais do Brasil, no caso, Fortaleza. É inumano fazer algo assim, por isso precisamos mudar um pouco os jogadores e fazer treinamentos com os que estão trabalhando no Brasil - explicou o comandante.

O esquema de rodízio pode ser um trunfo para o São Paulo quando comparado ao próximo adversário. O Fortaleza foi a campo contra o River Plate, também na quinta-feira (5), em partida válida pela Libertadores. No um empate por 1 a 1, com gol de Silvio Romero, e a equipe de Vojvoda jogou com o elenco titular, diferentemente da escolha de Rogério Ceni.

Agora, com apenas três dias de diferença, o time da capital cearense jogará contra um elenco descansado, o que pode ser um ponto positivo para o São Paulo, que tem a chance de finalmente dar um fim a esta sequência fora de casa com poucas vitórias que o acompanha desde abril e se aproveitar de eventuais fraquezas demonstradas pelo adversário em decorrência a esta "ausência de descanso"

Os dois clubes se enfrentam no domingo (8) às 19h, na Arena Castelão. O combate será válido pelo Brasileirão 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos