São Paulo tem jejuns de Ceni e Flamengo como trunfos na Copa do Brasil

LUCIANO TRINDADE
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - São Paulo e Flamengo fazem nesta quarta-feira (18), às 21h30, no Morumbi, o jogo de volta pelas quartas de final da Copa do Brasil. O único jeito para a equipe carioca seguir adiante na competição é fazer o que Rogério Ceni ainda não conseguiu como treinador: vencer o time paulista. No Maracanã, no primeiro embate das equipes, o elenco de Fernando Diniz ganhou por 2 a 1. Agora, em casa, os são-paulinos têm a vantagem de jogar por um empate. O time rubro-negro precisa vencer por dois gols de diferença para avançar. Se ganhar de um, levará a decisão para os pênaltis. A tarefa poderia não ser das mais complicadas se o histórico recente, tanto do Flamengo quanto de Ceni, diante do São Paulo não fosse tão desfavorável. O ex-goleiro, um dos maiores ídolos do time do Morumbi como jogador, enfrentou seu ex-clube seis vezes como treinador: perdeu quatro --uma delas em sua estreia pelo Flamengo, na última quarta (11)-- e empatou duas ""estes dois últimos resultados e outras três derrotas quando ainda comandava o Fortaleza. O jogo de volta pelas quartas de final da Copa do Brasil será o terceiro compromisso de Ceni à frente do time carioca, pelo qual tem, além da derrota na estreia, um empate com o Atlético-GO por 1 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. Além do jejum de Ceni, existe também o retrospecto desfavorável do próprio Flamengo diante do São Paulo. Desde julho de 2017 o clube da Gávea não ganha do time tricolor. Foram sete jogos, com quatro vitórias dos paulistas --incluindo um 4 a 1 pelo Brasileiro deste ano-- e três empates. Para o confronto desta noite, Diniz tem todos os seus principais jogadores à disposição. Tchê Tchê, que se recuperou da Covid-19, é a única novidade nos relacionados para o duelo, mas não deverá ser titular. No entanto, o mais provável é que Juanfran siga na posição. O time, portanto, deve ser o mesmo que esteve em campo na vitória por 2 a 1 no compromisso de ida, ocorrido no Maracanã. Já o Flamengo tem uma série de desfalques. Pedro, Thiago Maia, Filipe Luís e Rodrigo Caio, machucados, não vão poder jogar. O atacante Gabigol, com dores na coxa direita, também está fora. O camisa 9 reclamou de dores no local durante o duelo com o Atlético-GO, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro, e está fora da lista de relacionados. Assim, caberá a Bruno Henrique comandar o ataque rubro-negro contra o Tricolor. Já Éverton Ribeiro e Isla, que atuaram nesta terça-feira (17) pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, são dúvidas. Eles foram relacionados, mas se jogam ou não vai depender das condições físicas após os jogos por suas seleções. SÃO PAULO Tiago Volpi; Tchê Tchê (Juanfran), Diego Costa, Bruno Alves, Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes, Gabriel Sara; Luciano, Brenner. T.: Fernando Diniz FLAMENGO Diego Alves; Matheuzinho (Isla), Gustavo Henrique, Léo Pereira, Renê; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta, Everton Ribeiro (Vitinho); Vitinho (Michael), Bruno Henrique. T.: Rogério Ceni Estádio: Morumbi, em São Paulo Horário: 21h30 desta quarta-feira Juiz: Wilton Pereira Sampaio (GO)